33.3 C
Rio Branco
13 outubro 2021 1:50 pm

Casal acreano inova com espaço de artes pensado para todos os corpos e idades

POR ASCOM

Última atualização em 24/09/2021 12:31

“A gente quer que a Saturno seja uma ponte para as pessoas. Que tenhamos um leque de possibilidades para que qualquer pessoa se interesse em algo, tenha uma opção lá”. É assim que o casal Laura de Lys e Teddy Falcão definem a Saturno – Arte, Produção e Corpo, uma academia de artes com uma ideia voltada para todos os corpos e idades.

Laura é dançarina e professora, graduada em Dança pela Faculdade Paulista de Artes, e explica que o principal objetivo é abranger a todos que se interessem, incluindo desde aulas regulares a cursos de formação em todas as linguagens artísticas, com variados assuntos relacionados.

“A arte é um universo imenso, e podemos parecer pretensiosos, mas vamos lutar para dar acessibilidade. Em breve, teremos também atividades gratuitas, já que queremos permear toda as camadas”, explicou Laura.

Para se profissionalizar, o casal teve de sair do Acre. “A gente meio que se viu sem saída aqui na época. Eu queria fazer teatro, acabou que chegamos em São Paulo e tive a oportunidade de fazer dança. Agarrei”, diz, acrescentando ainda que o esposo queria fazer mestrado e se lançar ainda mais no cenário audiovisual. “Então, fomos procurando estes caminhos”, disse.

Em São Paulo, a principal dificuldade teria sido a falta de recursos. “Como não somos herdeiros, passamos bastante perrengue no início, mas o que nos salvava eram os bicos, que sempre apareciam, felizmente”, brinca a dançarina. O retorno para a terra natal ocorreu apenas no final do ano passado, após quase 5 anos morando na capital paulista.

“Voltamos para o Acre já pensando em voltar para São Paulo porque as coisas não deram certo aqui. Tudo o que havíamos planejado foi por água abaixo, mas, por algum motivo, decidimos ficar. Pensamos muito sobre o que faríamos para conseguir dinheiro, já que agora temos uma terceira pessoa que depende de nós”, diz Lys, se referindo ao pequeno Caetano, filho do casal, de 9 meses. “Pensamos em delivery de comida, filial de churrasquinho, distribuidora de alimentos. Pensamos em tudo”.

“Estudamos arte, faremos arte”

A bailarina reforça que, após esta gama de pensamentos, o casal percebeu que o ideal seria fazer aquilo que haviam estudado. “A gente estudou arte, se entregou à arte, para não vivermos disso? Decidimos, então, investir no nosso sonho antigo de ter uma escola, um centro de artes e produção”.

No espaço, há hatha yoga, hip hop kids, jazz funk, capoeira, dança do ventre, ritmos, stilleto, musicalização para bebês e teatro infantil.

FOTOS: AQUELE CASAL FOTÓGRAFO
FOTOS: AQUELE CASAL FOTÓGRAFO
FOTOS: AQUELE CASAL FOTÓGRAFO
FOTOS: AQUELE CASAL FOTÓGRAFO
FOTOS: AQUELE CASAL FOTÓGRAFO
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.