32.3 C
Rio Branco
11 setembro 2021 5:10 pm

Com bolo e balão, cruzeirenses ‘comemoram’ 7 meses da não instalação de tomógrafo

Sasacre explica motivo do aparelho não ter sido instalado em Cruzeiro do Sul

POR MARIA FERNANDA ARIVAL, PARA CONTILNET

Última atualização em 11/09/2021 17:09

Um vídeo foi publicado em uma rede social de uma página de humor acreana, onde quatro rapazes “comemoram” em frente ao Hospital Regional do Juruá, com bolo, café e confetes, o aniversário de sete meses da não instalação do aparelho de tomografia.

O deputado federal Leo de Brito compartilhou a ‘festa’: “Parece brincadeira, mas não é (…) mês passado entrei com uma representação no Ministério Público Federal pedindo providências em relação a esse caso (…) são mais de 10 milhões de reais parados no corredor do Hospital do Juruá, enquanto isso, o povo tá morrendo a míngua por falta de diagnóstico. A gente pede respostas e respeito, apenas isso”, disse o deputado.

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) comunicou, por meio de uma nota de esclarecimento, o motivo do novo tomógrafo não ter sido instalado na unidade de saúde.

A pasta afirma que em virtude da qualidade do equipamento e da estrutura do hospital, houve a necessidade de construir um novo local para instalar o tomógrafo. “Por ser uma estrutura nova, foi necessário não só a parte de estruturação civil, mas também redimensionamento elétrico de toda a instituição para que não houvesse comprometimento das demais áreas do hospital, sendo o projeto executado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra)”, diz trecho.

A Sesacre explicou também que a instalação mecânica, eletrônica e a capacitação devem acontecer após o término dos projetos arquitetônico e elétrico. Além disso, na nota a Secretaria de Saúde deixou claro que a população não está desamparada desse tipo de exame.

Leia na íntegra

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) esclarece sobre a instalação do novo tomógrafo no Hospital Regional do Juruá que, devido a qualidade do equipamento e a estrutura existente no hospital foi necessária a construção de um novo espaço para instalação do mesmo, sendo esse local um complexo para realização de diagnóstico por imagem.

Salienta, ainda, que a maioria dos materiais não são adquiridos no Acre, havendo necessidade de busca em outros estados, por meio de encomenda, com tempo moroso pra entrega por serem, muitas vezes, produzidos sob medidas específicas.

Por ser uma estrutura nova, foi necessário não só a parte de estruturação civil, mas também redimensionamento elétrico de toda a instituição para que não houvesse comprometimento das demais áreas do hospital, sendo o projeto executado pela Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

Explica ainda que com a conclusão dos projetos arquitetônico e elétrico será realizada a vistoria técnica da fabricante e, o agendamento das 3 etapas da instalação (mecânica, eletrônica e capacitação) o que poderá ser concluída nos próximos 50 dias.

Outro ponto que cabe deixar explícito é o fato de não deixar a unidade e, consequentemente a população, descoberta desse tipo de exame, tanto com o tomógrafo existente na unidade quanto com o contrato, por meio de processo licitatório para cobertura da Rede estadual de saúde, tal qual é realizado nas unidades da capital.

Por fim, esta Secretaria deixa claro seu comprometimento com a saúde da população acreana e não tem medido esforços para cumprir e conseguir oferecer o melhor atendimento a todos que assim necessitem.

Secretaria de Estado de Saúde do Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.