37.6 C
Rio Branco
21 setembro 2021 4:23 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Dono de boteco que estava foragido da Justiça é assassinado a tiros em estabelecimento

POR G1 AM

O dono de um boteco, de 40 anos, foi assassinado a tiros na noite deste domingo (13) no Largo Mestre Chico, bairro Cachoeirinha, na Zona Sul de Manaus. O crime ocorreu durante um evento no local. A esposa do homem também foi baleada.

Segundo a Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros, Raniery da Silva Pinheiro era foragido da Justiça e tinha um mandado de prisão pelo crime de tráfico de drogas. Além disso, ele já foi preso em 2016 após a polícia apreender um fuzil de guerra com o suspeito em um flutuante.

O crime ocorreu por volta das 21h no estabelecimento do homem. Ele estava na área externa, em uma praça. A polícia informou que dois criminosos chegaram ao local, se passaram por clientes e atiraram contra o proprietário.

No momento do crime, acontecia um evento no estabelecimento de pagode. A polícia teve conhecimento de uma live que era transmitida, foi possível ouvir os tiros, observar os músicos ao correr e a mulher do empresário afirmar que foi baleada.

A DEHS informou que a mulher foi socorrida para o Hospital 28 de Agosto. Não há informações sobre o estado de saúde dela. O caso é investigado pela Polícia Civil para identificar a motivação do

Em nota, o boteco informou que o espaço é recém reformado e foi pensado para trazer “lazer e entretenimento de qualidade à comunidade do bairro Cachoeirinha”. Ainda no texto, consta a informação de que o local permanecerá fechado: “O proprietário do espaço sofreu um fatídico atentado que o levou, infelizmente, à morte. Com profundo pesar, informamos aos nossos clientes e amigos que, infelizmente, em decorrência dessa tragédia, o local ficará fechado temporariamente”, finaliza a nota.

 

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.