25.4 C
Rio Branco
14 outubro 2021 4:04 am

Duarte pede o fim de agendamento de vistorias veiculares e criação de canal exclusivo para garagistas

POR ASCOM

Última atualização em 16/09/2021 16:42

Os deputados estaduais Roberto Duarte (MDB) e Pedro Longo (PV) se reuniram nesta quinta-feira, 16, com a diretoria do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/AC) para tratar da situação em que os revendedores, lojistas e despachantes vem sofrendo nos processos de compra e venda de veículos novos e usados no Acre.

Na reunião, o emedebista salientou que a demanda de atendimento em vistorias de veículos do Detran que se encontra reduzida, vem sendo incompatível com o crescimento de vendas do mercado automobilístico, gerando assim acúmulo de veículos pendentes de vistorias.

Segundo Duarte, os proprietários de veículos sofrem com a falta de vagas para marcar vistorias no Departamento Estadual de Trânsito (Detran-AC). O procedimento, necessário para transferir a titularidade de automóveis, é realizado somente de forma presencial, mediante um agendamento prévio. Porém, o serviço se encontra com vagas reduzidas, apesar de Rio Branco ter mais de 80% da população com uma dose da vacina.

“Esse sistema de agendamento de veículos limita o número de vistorias de veículos particulares e revendas, logo, quando abrem as novas vagas para agendamento estão atendendo compras e vendas realizadas anteriormente com atraso médio de 20 dias. Por exemplo, abrem-se as vagas hoje para agendar daqui há 20 dias, as vendas que já foram realizadas anteriormente”, argumentou Duarte.

Em outro trecho da reunião, Duarte citou que as revendedoras estão com dificuldades em razão da lentidão do Detran em não conseguir transferir de imediato para empresa, com isso, impedindo a empresa de revenda para o cliente, pois ainda não finalizou a primeira transferência, portanto gerando um prejuízo financeiro para o governo e mercado local.

“Na venda do veículo para o cliente, com a grande demanda de espera para a transferência junto ao Detran, o cliente circula com o veículo em nome da empresa ou de proprietário anterior correndo riscos de: multas, envolvimento em acidentes, atos ilícitos , e outros. Ocasionando, prejuízos para as empresas como multas, processos judiciais e outros transtornos.”.

Por fim, Duarte pediu à diretoria do Detran que retire o agendamento, voltando a atender na fila de espera por ordem de chegada para atender as transferências de veículos no ato da compra ou venda.

Além da criação de um atendimento para as concessionárias e revendedoras separados do atendimento ao público particular. Por exemplo, usar a antiga instalação onde faziam troca do lacre das placas, em anexo as vistorias, para atender um número maior de vistorias.

Em respostas aos parlamentares, a diretora do Detran, Thaynara Martins, afirmou que o turno da tarde ficará reservado para atender os garagistas.

“Será sem agendamento prévio, por ordem de chegada, desde que os garagistas não concorram às vagas de agendamento para a população no geral, que terá seu atendimento no turno da manhã”, salientou.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.