29.3 C
Rio Branco
23 setembro 2021 6:55 pm

Em Goiás, jovem é morta por amiga que queria descobrir se era psicopata

POR G1 GO

Última atualização em 15/09/2021 13:39

A Polícia Civil prendeu três jovens suspeitos de matar Ariane Bárbara Laureano de Oliveira, de 18 anos, que era amiga deles e foi encontrada morta no Setor Jaó em Goiânia, após ficar sete dias desaparecida. Segundo a corporação, o crime foi cometido porque uma das investigadas queria saber se era psicopata.

Foram presos Jeferson Cavalcante Rodrigues, de 22 anos, Raíssa Nunes Borges, de 19, e Enzo Jacomini Carneiro Matos, de 18, que usa o nome de Freya. O G1 não localizou a defesa dos suspeitos para se manifestar sobre o caso.

O último contato de Ariane Laureano com a família ocorreu em 24 de agosto, quando ela avisou que ia sair para lanchar com amigas. Segundo a Polícia Civil, o trio matou a jovem no mesmo dia. O corpo dela foi encontrado em uma mata no dia 30.

O delegado Marcos de Oliveira Gomes, que investigou o crime, disse que Ariane foi morta porque Raíssa Borges desejava saber se era psicopata ou não. Para isso, ela teria que matar alguém para avaliar a própria reação após a morte. Eles criaram uma lista de possíveis vítimas.

“Eles não escolheram a Ariane por um motivo específico. Poderia ser ela ou outros dois nomes que saíram numa lista. Ela foi escolhida porque era pequena e, caso reagisse no momento do homicídio, eles conseguiriam realizar o crime”, explicou o delegado.

Leia mais em G1, clicando AQUI.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.