28.3 C
Rio Branco
22 outubro 2021 9:04 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Garota indígena viraliza no TikTok ao mostrar rotina na aldeia

Maíra Tatuyo, de 22 anos, conta com mais de 6 milhões de seguidores nas redes sociais. A fama chegou tão longe que ela ganhou uma reportagem no jornal americano The Washington Post.

POR G1

A jovem indígena Maíra Tatuyo, de 22 anos, viralizou no TikTok ao mostrar a cultura e a rotina diária de sua comunidade, localizada na margem do Rio Negro, em Manaus. Ela já ultrapassou a marca de 6 milhões de seguidores nas redes sociais.

Para ver o vídeo CLIQUE AQUI!

Maíra começou a gravar vídeos para redes sociais no ano passado, quando sua aldeia parou de receber visitantes em meio ao isolamento social devido à pandemia de Covid-19.

Entre as publicações da cunhã-poranga, como é conhecida nas redes, estão vídeos da culinária exótica da comunidade, que inclui larvas e formigas, ferramentas usadas no preparo da farinha de mandioca, danças à margem do rio, e mais.

E por trás da descontração dos vídeos no dia a dia existe um objetivo: Tatuyo pretende levar ao mundo mais informações sobre sua cultura e costumes.

Artista indígena viraliza nas redes sociais. — Foto: Arquivo pessoal
Artista indígena viraliza nas redes sociais. — Foto: Arquivo pessoal

As produções feitas pela jovem indígena conquistaram mais de 80 milhões de likes no Tik Tok. Isso porque o que é comum para Tatuyo gera curiosidade para os seus seguidores ao redor do mundo. A fama chegou tão longe que ela ganhou uma reportagem no jornal americano The Washington Post.

Na comunidade Tatuyo, Maíra é a mais velha de seis irmãos. Mas não é só a cunhã-poranga que faz sucesso nas redes sociais: o pai e os irmãos também estão presentes.

Entre os irmãos estão Dickson Tatuyo, que conta com 53 mil seguidores, a irmã mais nova, Karina, tem 49 mil seguidores, e também tem o pai, cacique Piño, que é fundador da comunidade e tem 12,5 mil seguidores.

G1 tentou contato com Maíra Tatuyo, mas ainda não obteve resposta.

Para ver o vídeo CLIQUE AQUI!

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.