25.3 C
Rio Branco
18 setembro 2021 9:44 am

Gás de cozinha fica mais caro no país a partir de setembro; aumento é de 7%

Aumento é da ordem de 7% e reajuste leva botija de 13 kg a custa em torno de R$ 115 em cidades como Rio Branco

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 02/09/2021 17:27

O gás de cozinha, chamado de GLP, está 7% mais caro no país a partir de 1º de setembro, informou o Sindicato a Empresas Transportadoras e Revendedoras (Sindvargas). A entidade divulgou nota informando que o reajuste foi determinado pelas distribuidoras, e que a ideia não partiu da Petrobras.

Com o reajuste, a botija de 13 quilos, a mais tradicional, custará em torno de R$ 115,00 em cidades como Rio Branco, a capital do Acre. No interior do Estado, a mesma botija deve chegar a R$ 120,00.

De acordo com o Sindvargas, o preço do produto já havia aumentado em 5,9% em julho. “Esse reajuste está sendo anunciado pelas distribuidoras engarrafadoras e causará mais um impacto nos consumidores”, afirmou a nota do Sindvargas.

Para o Presidente da República e o Ministro da Economia, não há problema com o aumento dos preços. Paulo Guedes, por exemplo, perguntou “qual o problema de a energia ficar um pouco mais cara”. Em conversa com apoiadores, Jair Bolsonaro (sem partido) chamou de “idiota” quem afirma que precisa comprar feijão.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.