25.3 C
Rio Branco
22 outubro 2021 2:16 am

Mãe diz que não sabia da gravidez de jovem morta pelo ex e que homem era violento: ‘Batia direto’

POR G1 GO

Última atualização em 21/09/2021 13:41

A mãe de Yasmin Bialik, de 21 anos, que teria sido morta pelo ex-marido, disse que o homem era constantemente violento. Gláucia Silva, de 44 anos, contou que não sabia da gravidez da filha e só descobriu após o enterro. O suspeito, que é filho de um vereador de Água Limpa, não foi localizado pela polícia até esta terça-feira (21).

“Ele batia direto nela. Ela vivia à base de chantagem e terror psicológico. Minha filha tinha medo de sair de casa”, disse a mãe da vítima.
Yasmin foi morta com quatro tiros no dia 18 de setembro. O crime teria sido cometido porque o ex-marido não aceitava o fim do relacionamento. Testemunhas contaram que ela estava na rua quando o homem chegou de moto, fez os disparos e, na sequência, fugiu. Um laudo do Instituto Médico Legal (IML) confirmou que a jovem estava grávida de 3 meses.

O suspeito do crime é Marco Aurélio Leones Barbosa, filho do vereador Hudnal Rodrigues (DEM). O g1 não conseguiu localizar a defesa do suspeito nem contato com o vereador até a última atualização dessa reportagem.

Leia mais em G1, clicando AQUI.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.