27.3 C
Rio Branco
19 outubro 2021 2:25 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Motorista de caminhão que prensou madrasta e enteada estava em alta velocidade, conclui inquérito

Acidente aconteceu no dia 27 de agosto, na Avenida Rodrigo Otávio, em Manaus. Polícia constatou que freios do veículos estavam funcionando normalmente.

POR G1

O motorista da carreta que prensou e matou duas mulheres na Avenida Rodrigo Otávio, em Manaus, no dia 27 de agostoestava acima da velocidade permitida para aquela via. A conclusão é do inquérito da Polícia Civil (PC) sobre o acidente.

Susi Pedrosa Caldas, de 37 anos, e a enteada dela, Maria Eduarda Caldas, de 17 anos, morreram após o carro em que estavam ser esmagado por um caminhão. O acidente aconteceu no dia 27 de agosto, na Avenida Rodrigo Otávio, bairro Japiim.

Naquele dia, o motorista se apresentou à polícia, foi detido e solto após pagar fiança de R$ 10 mil. Ele responder pelo crime de homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Bombeiros trabalham no resgate de vítima em acidente em Manaus — Foto: Jucélio Paiva/Rede Amazônica
Bombeiros trabalham no resgate de vítima em acidente em Manaus — Foto: Jucélio Paiva/Rede Amazônica

Nesta terça-feira (28), em nota, o delegado Luiz Humberto Monteiro, titular da Delegacia Especializada em Acidentes de Trânsito (Deat), informou que o laudo pericial constatou que os freios do caminhão estavam funcionando normalmente.

A conclusão da perícia apontou a responsabilidade do motorista do veículo no acidente, uma vez que o mesmo estava acima da velocidade permitida para aquela via.

A autoridade policial destacou que o Inquérito Policial (IP) foi finalizado pela unidade especializada e encaminhado à Justiça.

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) informou que o processo sobre o acidente tramita na Central de Inquéritos do Tribunal de Justiça do Amazonas e encontra-se com vistas ao Ministério Público do Amazonas (MP-AM).

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.