27.8 C
Rio Branco
14 outubro 2021 12:48 am

“Não tem como falar da história de Cruzeiro do Sul sem falar da Igreja Católica”, diz prefeito Zequinha Lima

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 30/09/2021 13:30

Durante a sessão Solene realizada pela Assembleia Legislativa do Acre em homenagem à Contribuição da Igreja Católica no Juruá, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima (PP), falou com bastante carinho o trabalho da Diocese no Juruá.

Ele destacou as ações sociais ao longo de um ano com tantos desafios. Para ele é impossível falar da história de Cruzeiro do Sul sem falar da Igreja Católica.

“Quando se conta a história de Cruzeiro tem três pontos que não podemos deixar de registrar que são: a presença dos nordestinos, a contribuição do 7º BEC e da Igreja Católica, que tanto contribuiu e tem importantes parcerias com as gestões na área da educação e, principalmente social. Eu sou fruto desse trabalho, pois fui seminarista por 5 anos e tudo que sou hoje é por essa formação. Vivemos dias muito difíceis esse ano, quatro alagações assim que pegamos a Prefeitura e lá estava a Igreja Católica ajudando. Na pandemia, o primeiro ato que a Igreja Católica foi dizer que fecharia as portas para proteger os fiéis”

O gestor agradeceu ao parlamento acreano pela presença em Cruzeiro do Sul. “Isso pra nós é um gesto que vocês estão dando, não só para Cruzeiro do Sul, mas para o Juruá. É o reconhecimento de um povo”, disse Zequinha.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.