26.3 C
Rio Branco
28 setembro 2021 12:40 am

No Acre, carregador de celular conectado à energia elétrica quase causa acidente doméstico

O fio não estava ligado ao celular. Fato ocorreu na madrugada da última terça-feira (07), enquanto jovem estava dormindo

POR RENATO MENEZES, PARA CONTILNET

Última atualização em 08/09/2021 14:10

Um fio de carregador de celular quase ocasionou danos maiores na casa da delegada aposentada da Polícia Civil, Wânia Lília Maia Viana, na madrugada da última terça-feira (07). O filho dela, Thiago Maia Viana, de 28 anos, acabou dormindo com o travesseiro em cima da ponta do carregador, que estava plugado em uma extensão de energia.

Segundo o depoimento dela nas redes sociais, o filho conseguiu sentir o odor a tempo de evitar coisas mais graves. “Graças a Deus ele sentiu o cheiro de queimado, desconectou o fio a tempo e impediu, provavelmente, um incêndio”, disse.

O celular do filho não estava carregando no momento. O fio, que ficou totalmente danificado, provocou a queima no travesseiro em dois lençóis e perfurou o colchão. Ao ContilNet, a mãe do rapaz afirmou que neste dia não havia acontecido nada de excepcional e que o filho apenas estava em uma noite de sono normal.

“O Thiago estava deitado em uma ponta do travesseiro e o carregador estava no outro, mas o dano foi apenas no colchão dele. (O fio) chegou a perfurar a fronha e foi queimando para baixo e atingiu também os dois lençóis. O travesseiro roeu mesmo”, disse.

TODO CUIDADO É POUCO

A mãe ficou sabendo do caso apenas na manhã do dia 07. O rapaz optou por não a acordar para evitar que ela se assustasse. O caso fez com que ela relatasse o caso nas redes sociais, a fim de mostrar às pessoas os perigos que um fio conectado à energia pode ocasionar. “O brasileiro tem o costume de deixar fios pendurados, e isto é realmente muito perigoso. Se o celular tivesse conectado, os dados poderiam ter sido maiores. Coloquei nas redes sociais justamente para que as pessoas se atentem e tomem cuidado, para que isso não aconteça com eles”, falou.

Segundo a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em documento, além da redução da vida útil, o ato de deixar o carregador pendurado em uma tomada, mesmo que sem o celular, pode gerar acidentes mais graves, tais como eletrocussão (mortes ocasionadas por descargas elétricas letais).

O argumento que sustenta esta afirmativa é embasado nos estudos realizados pela Agência, que constatou que o Brasil é o país com maior incidência de raios no mundo. “Ele pode ser danificado pelas oscilações da rede elétrica, principalmente quando há picos ou quedas de luz ocasionadas por chuvas fortes. Além disso, você aumenta o seu consumo de energia e o risco de acidentes domésticos”, diz o documento.

Fotos: cedidas

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.