41.7 C
Rio Branco
21 setembro 2021 12:03 pm

Pastor morto por 13 minutos volta à vida após oração de netos: “Não limite a Deus”

O pastor Jim despertou do coma, após sofrer um ataque cardíaco fulminante, através da oração dos netos.

POR GUIAME

Última atualização em 15/09/2021 08:31

O pastor Jim estava com sua esposa, Pam, na casa dos pais no Maine (EUA). Certa noite, ele resolveu dar uma volta sozinho, mas sua esposa teve uma má impressão. Ela resolveu ir atrás de Jim, no fim da rua, e se deparou com duas ambulâncias e um carro da polícia. “E lá estava meu marido”, disse em entrevista ao 700 Club.

Enquanto ninguém sabia o que tinha acontecido com Jim, os socorristas tentavam reanimar o pastor. Temendo o pior, Pam ligou para Paul, um líder de sua igreja.

Paul se lembra do telefonema. “O Espírito se levantou dentro de mim e eu disse: ‘Pam, ele vai viver e não morrer’. E isso está de acordo com Salmos 118:17 . ‘Ele viverá e não morrerá, e vai anunciar a bondade de Deus’”.

Enquanto isso, os paramédicos conseguiram detectar pulsação em seu pulso e Jim foi transportado para o Centro Médico de Maine.

Em entrevista, a Dra. Michele Guzowski revelou que o coração do pastor havia parado por “12 a 15 minutos”, o que trazia grandes riscos para sua condição de saúde, caso voltasse à vida. “Para cada minuto que seu coração para além de um limite crítico, você diminui o fluxo sanguíneo para todos os seus órgãos, especialmente o cérebro. E sempre nos preocupamos com a possibilidade de haver uma potencial lesão cerebral”, explica a médica.

As notícias sobre Jim se espalharam rapidamente e, em menos de uma hora, mais de 100 membros da igreja se reuniram para orar.

“Por três horas louvamos a Deus, porque nenhuma arma forjada contra ele prosperaria”, lembra Paul. “Todas as vezes ao longo do dia que pensava nele, citava esse versículo: ‘Nenhuma arma forjada contra ele prosperará, ele viverá e não morrerá’”.

Leia a matéria completa em GUIAME, clique AQUI! 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.