25.4 C
Rio Branco
14 outubro 2021 4:04 am

Peça teatral ‘Dona Helena’ estreia nos dias 29 e 30 de setembro, na Usina de Arte João Donato, com limitação de público

Financiado pela Lei Aldir Blanc, o espetáculo gratuito será apresentado também digitalmente no YouTube, no dia 6 de outubro

POR ASSESSORIA

Última atualização em 16/09/2021 15:43

O monólogo “Dona Helena” ganha nova montagem e será apresentado pelo ator e produtor cultural César Júnior, de forma presencial, nos dias 29 e 30 de setembro, na Usina de Arte João Donato, com financiamento da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. O monólogo, que aborda temas como preconceito, saúde mental e falta de empatia, tem produção e co-direção do próprio ator, que é formado pela escola centenária Martins Pena e acadêmico da UNIRIO.

A peça narra as inquietações de um ator, que ao terminar sua faculdade de Artes Cênicas, na centenária escola de teatro Martins Pena, no Rio de Janeiro, sente-se órfão duplamente, tendo em vista que enfrenta duas perdas. A primeira é a do ambiente escolar, onde convivia diariamente com alunos e professores. A segunda foi a perda de sua mãe, que era o seu porto seguro. Além disso tem o peso de encarar o início de sua vida profissional, sem o auxílio de seus mestres.

Entre pensamentos suicidas, crises existenciais e a ausência e apoio de sua mãe, ele encara com otimismo a busca pessoal de realizar o seu projeto de vida e os desafios que se apresentam. “Dona Helena” têm inspirações na vida de Kurt Cobain, Caio Fernando Abreu e Dandara – a travesti apedrejada até a morte. É também uma homenagem às pessoas que vivem diariamente lutando contra o preconceito, as inseguranças cotidianas e a falta de empatia.

“Eu espero, sinceramente, que essa peça faça tanto sentido para as pessoas quanto faz para mim. Isso porque eu mesmo já passei por processo depressivo e tive que encarar inseguranças e preconceitos, no início da minha carreira. Com esse trabalho pretendo auxiliar outras pessoas. Como diz Fernanda Montenegro, uma de minhas referências: ‘nós atores somos médicos da alma’. É com esse pensamento, que deito e me levanto todos os dias, pensando em como auxiliar as pessoas com a minha arte”, afirma.

O espetáculo estará em cartaz na Usina de Arte durante duas noites, nos dias 29 e 30 de setembro. No primeiro dia, 29 (quarta-feira), haverá uma exibição fechada apenas para convidados da imprensa, seguida de um bate-papo com apresentação de Thainá Matias e três convidadas, Karen Aiache, Rubby e Marian Brilhante. Já no dia 30 (quinta-feira), o espetáculo é aberto ao público e gratuito, Com o objetivo de levar o monólogo para mais pessoas, no dia 6 de outubro haverá a apresentação teatral online disponível aos internautas a partir de 12h, no canal do ator no YouTube. Para assistir, basta acessar o link na bio do Instagram @frcesar, nessa data.

Em função das limitações impostas pela pandemia de COVID-19 para eventos presenciais, a capacidade máxima do teatro é para 80 pessoas. Este evento cultural tem o patrocínio do Governo Federal do Brasil, Prefeitura Municipal de Rio Branco e Fundação Municipal de Cultura, Esporte e Lazer Garibaldi Brasil.

Ficha técnica:

Dramaturgia e Produção Executiva: César Junior

Direção: Maria Luíza Mattar e César Junior

Iluminação: Magrão e Adonias

Figurino e Cenário: César Junior

Sonoplastia: Cau Bartholo

Técnico de som: Marcel Sanderson

Preparação vocal: Jane Celeste

Assessoria de imprensa: Jackie Pinheiro

Serviço:

Apresentação gratuita aberta ao público:

Local: Usina de Arte João Donato

Dia: 30 de setembro (quinta-feria)

Horário: 19h

Apresentação virtual:

Plataforma: YouTube

Dia: 6 de outubro (quarta-feira)

Horário: 12h

Acesso: Link na Bio do Instagram @frcesar

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!