33.3 C
Rio Branco
21 outubro 2021 1:31 pm

PF prende controladora de voo investigada por queda de avião da Chapecoense

Responsável pela análise e pela aprovação do plano de voo, Celia estava refugiada no Brasil desde 2016

POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Última atualização em 24/09/2021 10:46

A Polícia Federal prendeu em Corumbá, Mato Grosso do Sul, a boliviana Celia Castedo Monasterio. Ela trabalhou no plano de voo do avião que caiu ao transportar o elenco da Chapecoense à Colômbia, em novembro de 2016, matando 71 pessoas.

A prisão foi autorizada pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes, que determinou a extradição. Ele apontou que a mulher é “procurada pela Justiça boliviana para responder pela suposta prática do crime de atentado contra a segurança do espaço aéreo”.

Responsável pela análise e pela aprovação do plano de voo, Celia estava refugiada no Brasil desde 2016. Acusada de ter deixado de observar procedimentos mínimos para o trajeto da aeronave, ela dizia estar sendo perseguida na Bolívia após entrevistas concedidas sobre o acidente.

A controladora permanecerá reclusa em Corumbá, sob custódia da PF, enquanto aguarda os trâmites legais para que seja entregue às autoridades bolivianas.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!