35.3 C
Rio Branco
14 setembro 2021 5:24 pm

Tito Ortiz acusa Anderson Silva de utilizar golpe ilegal para nocauteá-lo

Tito Ortiz parece ter mudado de ideia e adotado uma postura completamente diferente

POR AG FIGHT

Última atualização em 14/09/2021 17:24

Depois de reconhecer e, até mesmo, exaltar as habilidades de Anderson Silva, que o derrotou no último sábado (11), em combate de boxe promovido pela ‘Triller’, na Flórida (EUA), Tito Ortiz parece ter mudado de ideia e adotado uma postura completamente diferente.

Através de sua conta oficial no ‘Twitter’ (veja abaixo), o ex-campeão meio-pesado (93 kg) do UFC veio novamente a público e, desta vez, sugeriu que a vitória do brasileiro veio de maneira ilegal.

Na publicação, já apagada por Ortiz, o veterano acusou Anderson de tê-lo atingido com um golpe ilegal – um soco na parte de trás da cabeça – em meio à sequência de ataques que garantiu sua vitória por nocaute. O americano ainda disse estar sofrendo com dores no local, talvez como forma de enfatizar sua reclamação.

Após acertar um potente cruzado de direita no queixo de Tito, o ‘Spider’ lançou mais dois golpes para completar o serviço e levar seu adversário à lona. Um deles, de fato, passa perto da nuca de Ortiz, mas nenhum ângulo apresentado pela transmissão mostra o soco acertando em cheio o lutador americano, fazendo com que sua reclamação tardia pareça infundada.

“Boa direita. Mas eu não sabia que socar atrás da cabeça era legal. Eu preciso treinar essa combinação. Agora eu sei por que a parte de trás da minha cabeça está dolorida para c***”, reclamou Tito Ortiz.

Após encerrar sua vitoriosa trajetória no UFC, onde dominou por anos a divisão dos pesos-médios (84 kg), Anderson Silva optou por se aventurar no boxe. Depois de vencer de maneira convincente o ex-campeão mundial Julio Cesar Chavez Jr, em junho deste ano, o ‘Spider’ precisou de pouco mais de um minuto de luta para nocautear Tito Ortiz, em confronto disputado no último sábado, na Flórida.

Por sua vez, Tito teve sua primeira experiência no ringue de boxe justamente contra Anderson Silva. O americano, que foi uma das principais estrelas do UFC no começo dos anos 2000, não competia desde 2019, quando superou Alberto Rodriguez, no Combate Americas.

Reprodução/Twitter

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.