30.3 C
Rio Branco
25 novembro 2021 1:04 pm

Após polêmicas e volta a Universal, Andressa Urach anuncia quadro clínico aos prantos: “Estou em tratamento psiquiátrico”

Modelo contou que tem o transtorno de personalidade e que chegou a ser internada; ela diz também ter reatado casamento: "Não acreditava mais no amor"

POR QUEM

Última atualização em 20/10/2021 06:22

Andressa Urach conversou com seus seguidores, na noite deste domingo (17), para negar que o agradecimento que postou no Instagram para o marido, Thiago Lopes, tenha sido, na verdade, escrito por ele. No post, a modelo e eterna vice-Miss Bumbum, diz obrigada ao empresário por apoiá-la e pagar seus cursos de estética.

“Fui eu quem escrevi, porque ele me incentiva. Para falar a verdade, quando a gente casou, eu não queria trabalhar, queria ficar dependendo somente dele. E ele disse que não, que eu tinha que ser independente, ele que começou a me incentivar a fazer os cursos. E quero me especializar em todas as áreas, até porque eu pretendo abrir meu salão de beleza”, explicou.

Urach, que reatou recentemente o casamento, após um término polêmico, em que até declarou que voltaria à prostituição, mesmo grávida do segundo filho – a modelo já é mãe de Arthur, de 16 anos, de um relacionamento anterior –, contou que ela e o marido se perdoaram e estão paz.

“Acho que foi importante a gente passar por essa fase difícil para entender o que a gente quer da vida e lutar pela nossa família. Fiquei muito feliz por ele lutar por mim, porque eu já tinha casado anteriormente com o pai do Arthur e não tinha dado certo. Então, não acreditava mais no amor quando conheci meu marido. Eu me apaixonei por ele, sou apaixonada, amo ele”, afirmou.

Síndrome de Borderline

Urach falou também sobre a Síndrome de Borderline, ou Transtorno de Personalidade Limítrofe, que revelou ter recentemente, que se trata de um transtorno de personalidade, caracterizado por intensa instabilidade emocional e que está entre as cerca de 100 doenças mentais classificadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Quando a gente terminou, foi bem difícil, porque eu estava passando por aquelas crises, por causa do meu problema de saúde, o Borderline. Estou fazendo tratamento psiquiátrico com a ajuda de psicólogos, tomando minhas medicações certinhas. E com fé em Jesus”, relatou ela, que chegou a ser internada.

“Eu recém tinha saído de uma internação psiquiátrica por causa das crises do Borderline, porque estava há muito tempo sem medicação. Não estava nem conseguindo orar de tanta coisa ruim que aconteceram nos últimos anos. Eu estava quase desistindo”, completou.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.