26.3 C
Rio Branco
25 novembro 2021 11:35 pm

Artigo: Expo Dubai, biodiversidade e o Parque Tecnológico do Acre

POR MAILZA GOMES*

Última atualização em 20/10/2021 12:39

Com o objetivo de explorar ideias, avanços científicos e tecnológicos, a Expo Dubai acontece de 1º de outubro de 2021 a 31 de março de 2022, em Dubai, nos Emirados Árabes. O evento reúne empresas, ONGs e governos para discutir negócios, tecnologia, urbanismo, sustentabilidade, ciências, cultura, economia, dentre outros. A exposição tem por tema “Connecting Minds, Creating the Future” (Conectando Mentes, Criando o Futuro”) organizada em três eixos temáticos: oportunidade, mobilidade e sustentabilidade.

Neste evento, o Governo do Brasil apresenta ao mundo o que tem feito para preservação do planeta e expansão da oferta de alimentos.

O pavilhão brasileiro destacará a temática Together for Sustainable Development (Juntos pelo Desenvolvimento Sustentável), dividido em natureza, pessoas e o amanhã (Together for Nature, Together for People e Together for Tomorrow).

Alinhada com as necessidades mundiais, observando a realidade acreana, iniciei em 2019 um intenso trabalho para criação do Parque Tecnológico do Acre, justamente para atender essas demandas. O nosso estado dispõe de uma gigantesca biodiversidade ainda não compreendida, mas imensamente cobiçada e valiosa mundialmente. O Parque Tecnológico do Acre é a ferramenta necessária para transformar as riquezas das nossas matas em melhoria de vida para nosso povo através da Inovação, Pesquisa, Tecnologia, Desenvolvimento, Extensão e Economia Criativa.

Atualmente, está sendo finalizado o Ecossistema de Inovação de Rio Branco, que é a formulação de ações e diretrizes necessárias para criar o ambiente propício para fortalecimento e crescimento das ações de Inovação, Pesquisa, Tecnologia, Desenvolvimento, Extensão e Economia Criativa.

No final de setembro, apresentamos o projeto ao Ministro da Educação, Milton Ribeiro, junto com o SEBRAE e os mais de 50 parceiros, a penúltima etapa do projeto. O projeto já conta com o apoio da Universidade Federal do Acre, Instituto Federal do Acre (IFAC), Governo do Acre e Prefeitura de Rio Branco.

Na mesma oportunidade o Sebrae lançou o edital Inova Amazônia para seleção de projetos nos estados da Amazônia para desenvolver pequenos negócios, startups, empreendimentos e ideias inovadoras que tenham como premissa a exploração e o uso sustentável dos recursos da biodiversidade Amazônica.

Para dar início ao marco da história do Acre, no dia 11 de novembro será apresentada a última etapa do projeto onde serão dispostas as ações de captação de recursos, investimentos em ações de fortalecimento e estruturação dos parceiros e aberturas de bolsas para pesquisa e extensão, bem como capital para projetos de economia criativa.

Pela primeira vez na história, nós teremos um ambiente favorável para criar negócios. Também conseguiremos saber como a floresta pode gerar renda a quem mora nela através de inovação, pesquisa e extensão da biodiversidade.

O projeto dá oportunidade ao estudante de ensino médio de Jordão, por exemplo, de pegar aquela ideia dele e transformar num negócio promissor. Mas também oportuniza o agricultor ou seringueiro, em parceria com as universidades, a ter acesso a instrução devida e com isso melhorar a renda e ter novos caminhos de desenvolvimento.

O Parque Tecnológico do Acre é agricultura, empreendedorismo, governo, universidades e acadêmicos, é oportunidade de geração de renda, parceria entre instituições, acesso à informação. O Parque Tecnológico do Acre é a mudança na vida de todos.

*Mailza Gomes é senadora pelo Acre

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!