34.4 C
Rio Branco
13 outubro 2021 5:17 pm

Bandidos roubam e atacam mulheres usando camiseta de ‘Encontro com Deus’

POR G1 RO

Última atualização em 08/10/2021 12:43

Dois homens, um de 26 outro de 29 anos, foram presos depois de atacarem e roubarem mulheres na quinta-feira (7) no bairro Aponiã em Porto Velho. As vítimas reconheceram os dois na delegacia como os autores dos crimes. Segundo a polícia, um dos suspeitos estava vestindo uma camiseta que tinha a frase: “Encontro com Deus”.

Os ataques contra mulheres chegaram ao conhecimento da Polícia Militar (PM) após denúncias das próprias vítimas e de um vídeo circular nas redes sociais, onde uma mulher aparece correndo de um homem vestindo camiseta laranja (assista AQUI).

Por meio da placa do carro, um Gol de cor preta, e identificação de uma das vítimas, a polícia conseguiu localizar o carro em uma residência da rua Francisco Menezes.

De acordo com o boletim de ocorrência, ao chegarem no local, os policiais identificaram um dos suspeitos, que usava uma tornozeleira eletrônica. O outro homem estava no interior da casa e, com a autorização do dono da residência, os policiais entraram e abordaram o segundo assaltante.

Dentro do veículo foram achadas as camisetas usadas pelos suspeitos, uma de cor laranja escrita a frase ‘Encontro com Deus’ e outra de cor preta. Também foi localizada a capinha de um celular, que pertencia a uma vítima roubada pela dupla.

Os suspeitos então receberam voz de prisão e foram encaminhados à Central de Flagrantes. Na delegacia, as vítimas ( tanto do roubo quanto a mulher que aparece no vídeo correndo do suspeito) reconheceram os dois autores dos crimes.

Relatos das vítimas

A mulher de 41 anos, que aparece no vídeo, disse aos policiais que havia acabado de deixar a filha na escola e ao retornar para casa foi surpreendida com a abordagem do homem de camisa laranja, que estava dentro do veículo. O fato aconteceu na rua Bidú Saião, bairro Aponiã.

Ela disse que o homem foi para cima dela já colocando a mão na cintura. Segundo ela, foi possível observar que ele tinha uma arma de fogo.

Ela contou aos policiais que o suspeito gritou para que ela entrasse no carro. A vítima negou, porém o suspeito voltou a ameaçá-la e mandou que ela passasse o celular.

Nesse instante ela saiu correndo e pediu abrigo na residência de vizinhos e os homens fugiram com o carro.

Outra vítima, uma adolescente de 14 anos, disse que estava na frente da casa quando foi surpreendida pelos mesmos homens, que chegaram, subiram na calçada com o veículo, e o homem camiseta laranja desembarcou e já com a mão na cintura, a ameaçou dizendo: “Passa o celular e não fala nada!”.

A menor contou que, com medo de morrer, preferiu entregar o celular. No entanto no momento em que os suspeitos ia fugindo, ela anotou o número da placa e avisou a PM.

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.