26.3 C
Rio Branco
3 dezembro 2021 5:31 pm

Bolsonaro vai ao Supremo contra ação da CPI para bani-lo de redes sociais por associar vacinas e Aids

Ministro Alexandre de Moraes mandou pedido da CPI para manifestação da PGR. CPI também quer que declaração seja incluída no inquérito das fake news, no qual Bolsonaro já é investigado.

POR G1

Última atualização em 27/10/2021 16:31

O presidente Jair Bolsonaro acionou o Supremo Tribunal Federal nesta quarta-feira (27) contra decisões tomadas pela CPI da Covid em razão de ele ter divulgado a informação falsa de que a vacina contra a Covid aumenta o risco de infecção pelo vírus da Aids.

Antes de concluir os trabalhos, a CPI aprovou requerimento no qual pede ao Supremo a quebra do sigilo telemático, o banimento do presidente das redes sociais e uma retratação pela declaração falsa (vídeo abaixo). A comissão também quer que o ministro Alexandre de Moraes inclua a declaração de Bolsonaro sobre vacinas e Aids no inquérito das fake news, no qual o presidente já é investigado.

Na “live” semanal da última quinta-feira (21) por uma rede social, o presidente disse que relatórios oficiais do Reino Unido teriam sugerido que pessoas totalmente vacinadas contra a Covid estariam desenvolvendo Aids.

Leia mais em G1, clique AQUI! 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.