32.3 C
Rio Branco
22 outubro 2021 1:05 pm

Chuva reduz focos de incêndio no Pantanal, tira fumaça de cidades e bombeiros comemoram

Após tempestade areia no domingo (03) e um novo foco de fogo, veio a tão esperada água do céu.

POR G1

Última atualização em 04/10/2021 16:59

E enfim, a tão esperada chuva chegou ao Pantanal de Mato Grosso do Sul. Depois de uma tempestade de areia e um novo foco de fogo no domingo (03), choveu na região de Corumbá e Ladário.

Para assistir ao vídeo CLIQUE AQUI.

A água que caiu do céu acabou com muitos focos de incêndio e tirou a fumaça que encobria as cidades de Corumbá e Ladário. Os bombeiros, que estão em prontidão para os combates, comemoraram.

A chuva chegou à região pouco tempo após 20 militares seguirem para combater um novo foco de incêndio, localizado na região da ponte sobre o rio Paraguai.

Conforme o Corpo de Bombeiros, o trabalho agora está sendo o monitoramento da situação. Caso novos focos surjam, será feito o combate.

Incêndios

Fauna e flora sendo destruídas pelo fogo. Ribeirinhos perdendo casas. Outros, se viram como podem para fugir do calor. Vento que leva focos de incêndio a todos os cantos. Bombeiros e brigadistas correndo para controlar a situação. Enquanto isso, na área urbana de Corumbá e Ladário, fumaça e fuligem. Esse era o cenário no Pantanal de Mato Grosso do Sul nas últimas semanas.

Segundo o Ibama, com base nos últimos dados do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em todo o bioma já foram queimados 1.313.825 hectares.

Só na área de Mato Grosso do Sul já foram destruídos 965.150 hectares, quase três vezes mais do que os 347.850 hectares atingidos em Mato Grosso.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.