25 C
Rio Branco
30 novembro 2021 6:36 pm

Concurso IBGE e Censo 2022 terão orçamento do Governo

Após questionamentos do STF, Governo enviará poposta para ampliar orçamento, permitindo assim a realização do concurso IBGE e do Censo 2022.

POR FOLHA DIRIGIDA

Última atualização em 15/10/2021 10:15

O Governo Federal vai ampliar o orçamento do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística para a realização do Censo Demográfico 2022 e, consequentemente, do concurso IBGE.

A informação foi dada, na última quinta-feira, 14, ao Supremo Tribunal Federal (STF), por meio da Advocacia-Geral da União (AGU).

A pesquisa, que estava marcada para 2020, foi cancelada devido à pandemia de Covid 19. Neste ano, no entanto, por falta de recursos, o Congresso decidiu cortar 90% da verba para a realização do Censo.

Diante da redução, em maio deste ano, o STF decidiu que o Poder Executivo, em articulação direta com o Congresso Nacional, deveria assegurar “os créditos orçamentários suficientes para a realização do Censo Demográfico”.

Já em agosto, ao enviar o Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2022, o Governo reservou R$2 bilhões para a realização do Censo. No entanto, segundo o Instituto, este valor não seria suficiente.

Para garantir o orçamento, o STF pediu explicações ao IBGE e ao Governo Federal, decidindo este último por aumentar a verba por meio de uma proposta a ser enviada ao Cogresso Nacional.

“A União, por intermédio do Ministério da Economia, procederá ao encaminhamento de ofício ao Congresso Nacional, com pedido de ampliação do orçamento do IBGE, no valor de R$292.907.087, mediante emenda ao PLOA 2022”, diz o ofício encaminhado ao Supremo.

Concurso IBGE tem cronograma extraoficial

O Censo Demográfico 2022 terá início no dia 1º de junho do ano que vem. A confirmação foi feita pelo presidente do Instituto, Eduardo Rios Neto, em setembro. A data permite prever o cronograma do concurso IBGE.

“O teste em Paquetá é um marco inicial para uma série de outros testes que preparam o início da coleta do Censo ano que vem, em 1º de junho de 2022“, disse o presidente do IBGE, Eduardo Rios Neto.

No entanto, para a realização da pesquisa, o Instituto precisa concluir a seleção que, desde abril, segue suspensa. Na ocasião, foram abertas mais de 204 mil vagas temporárias.

Com o edital suspenso, os inscritos aguardam um novo cronograma e, com a realização do Censo em junho do ano que vem, já é possível prever as próximas etapas para a conclusão do processo.

Neste caso, com a pesquisa ocorrendo em junho de 2022, o concurso precisa ser concluído até o final de março do ano que vem, ou seja, dois meses antes do início dos trabalhos.

O processo segue a lógica do edital suspenso, que tinha resultado previsto para maio e pesquisa a partir de agosto deste ano.

Além disso, as provas devem ocorrer até fevereiro do ano que vem. Esse seria o prazo limite, considerando que o IBGE trabalhou, no último edital, com uma diferença de, aproximadamente, 30 dias entre as provas e o resultado final (abril e maio, respectivamente).

Por outro lado, caso as inscrições sejam reabertas, isso deverá ocorrer até dois meses antes das provas, sendo assim, em dezembro deste ano.

Confira abaixo o cronograma suspenso deste ano e o extraoficial, a partir da realização do Censo em junho

Cronograma suspenso Cronograma extraoficial
Inscrições: recenseador (23/02 a 19/03) e agentes (19/02 a 15/03); Inscrições entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022
Provas: recenseador (25/04) e agentes (18/04); Provas em janeiro ou fevereiro
Resultado final: 27 de maio de 2021 Resultado final até março de 2022
Início da Pesquisa: 31 de agosto de 2021 Início da Pesquisa: 1º de junho de 2022

 

As datas confirmam a previsão dada em junho, mas não confirmada até o momento pelo IBGE. Conforme matéria do Estadão/Broadcast, publicada na época, o Instituto deve reabrir as inscrições.

O cronograma extraoficial traz essa possibilidade entre os dias 1º e 23 de dezembro deste ano, com provas previstas para os dias 23 e 30 e janeiro de 2022. Os resultados da seleção seriam divulgados em 3 e 8 de março.

Folha Dirigida questionou o IBGE sobre as datas reveladas, mas o Instituto ainda não confirma essas informações, ressaltando que, neste momento, “está se reorganizando para o Censo Demográfico a ser realizado em 2022”.

Resumo sobre a seleção

  • Órgão: Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)
  • Cargos: agente censitário municipal, agente censitário supervisor e recenseador
  • Vagas: 204.307 vagas temporárias
  • Requisito: níveis fundamental e médio
  • Remuneração: a partir de R$2.158
  • Bancas: Cebraspe
  • Status: adiado para 2022 (suspenso)

Concurso IBGE oferece mais de 204 mil vagas

Publicados no dia 18 de fevereiro, por meio do Cebraspe, os editais do concurso IBGE 2021 contam com mais de 204 mil vagas temporárias, nos cargos de:

  • agente censitário municipal (ACM) – 5.450 vagas;
  • agente censitário supervisor (ACS) – 16.959 vagas; e
  • recenseador – 181.898 vagas.

As inscrições terminaram nos dias 15 (agentes) e 19 (recenseador) de março deste ano. As vagas foram destinadas a candidatos com níveis fundamental (recenseador) e médio (agentes).

Os aprovados, nos cargos de agente, teriam ganhos de R$2.100 (municipal) e de R$1.700 (supervisor). Os valores ainda poderiam chegar a R$2.558 e R$2.158, respectivamente, com o auxílio-alimentação de R$458.

No caso do recenseador, os ganhos seriam por produção. No     site do IBGE    , era possível simular a remuneração.

As provas seriam realizadas nos 26 estados, além do Distrito Federal, com a seguinte distribuição entre os cargos:

Agentes – 60 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Raciocínio Lógico Quantitativo (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Noções de Administração/Situações Gerenciais (15); e
  • Conhecimentos técnicos (20).

Recenseador – 50 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Matemática (dez); e
  • Conhecimentos técnicos (25).
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!