25.3 C
Rio Branco
5 dezembro 2021 4:50 pm

Copa Verde: CBF bloqueia dinheiro da cota de participação do Rio Branco

POR NA MARCA DA CAL/ MANOEL FAÇANHA

Última atualização em 29/10/2021 10:19

Uma notícia na tarde da quarta-feira (27) pegou de surpresa o presidente do Rio Branco, empresário Neto Alencar. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) resolveu bloquear R$ 50 mil do campeão acreano referente à cota de sua participação na disputa da Copa Verde de 2021. O bloqueio da cota está relacionado a uma dívida trabalhista cobrada na justiça e adquirida pelo clube na temporada 2012.

Chateado com a situação, o dirigente estrelado comentou que o débito é fruto do trabalho de administrações anteriores. Segundo ele, quando assumiu a direção do Rio Branco, 21 ações trabalhistas tramitavam na Justiça do Trabalho, restando hoje apenas duas ações, uma delas fora do estado. O clube ainda aguarda a notificação de outros dois processos para pronunciamento.

A penhora dos valores está relacionada a uma dívida do clube na Justiça do Trabalho com o ex-zagueiro Gabriel. O então atleta, de origem gaúcha, foi contratado pelo Rio Branco na temporada 2012 para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série C. Gabriel teve passagem pela base e também fez parte da equipe de profissionais do Grêmio Porto-alegrense.

Em entrevista veiculada na tarde desta quinta-feira (28) no programa Lance Esportivo da Rádio Difusora Acreana, o presidente Neto Alencar explicou que a penhora da cota da Copa Verde o deixou preocupado, mas que segue trabalhando e pensando na próxima temporada. O dirigente confirmou a permanência da comissão técnica que venceu o estadual deste ano e o retorno de alguns jogadores para a próxima temporada como é o caso dos jogadores: Peu, Uberaba, Leandro Bahia, Johnson, Jackson e Caique.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.