23.3 C
Rio Branco
28 novembro 2021 5:27 am

Curso de Ciências Sociais da Ufac promove Jornada Acadêmica sobre crise da democracia no Brasil

Debates são abertos ao público e evento emitirá certificado de participação aos presentes. Inscrições encerram-se às 18h desta quarta-feira (20)

POR RENATO MENEZES, PARA CONTILNET

Última atualização em 20/10/2021 10:54

O curso de Ciências Sociais da Universidade Federal do Acre (Ufac) realiza entre os dias 20 a 22 de outubro de 2021 a 13ª Jornada de Ciências Sociais. O tema deste ano, por sua vez, é sobre “Democracia em crise: o avanço do neoconservadorismo no Brasil”, que visa discutir sobre a atual conjuntura política no país, principalmente a respeito de como o governo atual tem se portado diante do processo de ascensão do neoconservadorismo.

Segundo o professor e coordenador do evento, dr. Leonardo Lessin, o objetivo principal do evento é de levar conhecimento à população e de trazer um debate crítico sobre a importância de se compreender a complexidade da democracia, e de como a população está inserida neste regime político.

“É um evento de expedição universitária, já que a universidade é pautada no ensino, pesquisa e extensão, com ciclo de palestras e debates visando contribuir para a formação cidadã e política de toda a população, para que eles tenham um melhor conhecimento da realidade social, política e econômica que o Brasil vive”.

Dentre os convidados, está o deputado federal Léo de Brito (PT), que falará sobre as ameaças de retrocesso democrático constitucional brasileiro. Foto: Reprodução.

DEMOCRACIA

Além disto, o cientista social complementou também que a presença de especialistas nos mais diversos assuntos, inclusive com convidados de outros estados, deixarão o debate ainda mais direcionado e esclarecido, visto que eles combaterão superficialidades através dos estudos e pesquisas realizadas.

“Nós escolhemos o tema mais importante para a ciência política, que é a democracia, (para explicar como) a população pode ser leitor dos seus representantes, sobre o valor, a importância e necessidade (da democracia) para que sejam mantidas as garantias constitucionais, a liberdade política e o direito do cidadão de participar das decisões que interferem diretamente na sociedade e em todos os aspectos da vida”, disse.

A Jornada é aberta tanto para a comunidade acadêmica como para o público externo. Dentre os convidados, destacam-se o professor e deputado federal Léo de Brito (PT), que abordará sobre “As PECs e as ameaças de retrocesso democrático constitucional brasileiro”, e o professor da Universidade de São Paulo (USP) André Singer, que lançará o livro “Estado e Democracia no Brasil”.

Professor da USP lançará livro em palestra de encerramento. Foto: Reprodução.

Para se inscrever e ter direito ao certificado de participação, basta entrar no formulário até às 18h. Em todas as mesas-redondas, os horários acontecerão no fuso horário local.

Confira a programação do evento:

20/10, 19h: Palestra “Democracia no Brasil: degradação e desafios”, com Vitor Marchetti (UFABC).

21/10, 15h: Mesa de Debate “Movimento Estudantil na atual conjuntura política brasileira. Os presentes desafios na mobilização dos estudantes para a defesa da democracia”, com Maria Carol (UNE – UFRRJ), Victória Pinheiro (UNE – UFPE), Júnior Manchineri (CACS – UFAC) e Amanda Dornelles (CONSU – UFAC).

21/10, 19h: Palestras “O avanço ideológico neoconservador e o financiamento internacional dos grupos de direita no Brasil”, com Jefferson Rodrigues Barbosa (UNESP) e “As PECs e as ameaças de retrocesso democrático constitucional brasileiro”, com Léo de Brito (UFAC).

22/10, 19h: Palestra “Estado e democracia no Brasil: o avanço dos espectros autoritários”, com André Singer (USP).

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!