31.3 C
Rio Branco
25 novembro 2021 6:14 pm

Dados quebram teoria do “quem lacra, não lucra” em vendas de HQs

Polêmicas em torno de HQs com LGBTs fez com que um grupo apontasse que as vendas de revistas caíram, o que é contestado por dados oficiais

POR METRÓPOLES

Última atualização em 15/10/2021 17:25

Não é de hoje que as histórias em quadrinhos são alvos de polêmica, mas desde que personagens LGBTQIA+ passaram a fazer parte das narrativas, um conceito bastante controverso tem ganhado força: “quem lacra, não lucra”.

No Brasil, o tema ganhou força em 2019, quando o então prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivella (PRB), evangélico ferrenho, determinou aos organizadores da Bienal do Livro que recolhessem a HQ Vingadores – A Cruzada das Crianças, da Marvel Comics, que tinha personagens gays em seu elenco.

Nesta semana, o tema voltou à tona após a DC Comics anunciar que encomendou uma segunda tiragem de Superman: Son Of Kal-El #5, HQ em que o novo Superman se revela bissexual.

Leia mais em METRÓPOLES, clique AQUI! 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!