22.3 C
Rio Branco
6 dezembro 2021 5:15 am

Em Rio Branco, Fundhacre realiza solenidade em alusão ao Outubro Rosa

POR ASCOM

Última atualização em 19/10/2021 15:51

A mulher é fonte de vida e esbanja uma natureza rica em detalhes, afeto, generosidade e inteligência. Neste mês de Outubro, há uma gama de ações afirmativas em prol da saúde feminina, sobretudo no que se trata ao câncer de mama e do colo de útero, temática abordada na sessão solene realizada na sexta-feira, 15, sobre o Outubro Rosa, na Fundação Hospital Estadual do Acre (Fundhacre), em Rio Branco.

O momento foi oportuno para dialogar sobre a prevenção ao câncer, além de compartilhar informações e promover a conscientização sobre a doença, tendo o intuito de proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e de tratamento, contribuindo assim para a redução da mortalidade.

Na solenidade estiveram presentes a desembargador do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC), Eva Evangelista e a juíza-auxiliar da presidência Andrea Brito, a diretora do Centro de Controle Oncológico do Acre e mastologista Priscila Murad, a vice presidente da Associação Amigos do Peito, Rutilena Tavares, e a deputada estadual Maria Antônia Pinheiro.

Presidente da Fundhacre, João Paulo Silva. Foto: Danna Anute/Fundhacre

“O evento pretende chamar atenção para o câncer de mama, e abordamos a saúde plena da mulher. A Fundhacre está fazendo um trabalho interno com as servidoras da saúde, pois é preciso cuidar de quem cuida. Assim estamos acolhendo parceiros como o Tribunal de Justiça do Estado, por meio da desembargadora Eva Evangelista, que tem um olhar ímpar para as nuances da saúde feminina”, destacou o presidente da Fundhacre, João Paulo Silva.

Cuidando de quem cuida

A Fundhacre está realizando, durante todo o mês de outubro, ações integradas que são voltadas para o cuidado e autocuidado da saúde da Mulher, entre eles reflexologia podal, estética e maquiagem, ventosoterapia, eletroestimulação e atendimentos como aferição da pressão, teste de glicemia e coleta de PCCU que é o exame preventivo do câncer de colo.

Serviço de eletroestimulação. Foto: Danna Anute/Fundhacre

“O Outubro Rosa é um alerta para nós, e chama atenção da sociedade, que precisa estar vigilante a violência doméstica e familiar que tende a ocultar os sofrimentos da mulher. Assim, essa ação é importante para conscientizar sobre os cuidados diários e nos lembra que a mulher deve ter sua saúde íntegra”, disse a desembargadora Eva Evangelista.

Desembargadora Eva Evangelista. Foto: Danna Anute/Fundhacre

Por isso, hábitos saudáveis são essenciais para a redução na incidência de câncer de mama. E o toque e o autocuidado é a maneira que a mulher tem de detectar precocemente nódulos ou alterações, que são sinais de alerta.

Entrega de flores para as servidoras. Foto: Danna Anute/Fundhacre

“Em alusão ao outubro Rosa, a fisioterapia veio para atuar na saúde do trabalhador. A Fundhacre atuou com atividades aplicando técnicas de analgesia, terapia manual e eletroterapia a fim de proporcionar bem estar a curto, médio e longo prazo, gerando grande impacto na qualidade de vida e na produtividade das trabalhadoras da Fundação Hospitalar”, disse a fisioterapeuta do serviço, Juliane  Morais.

Fisioterapeutas. Foto: Danna Anute/Fundhacre

Os eventos e debates sobre o autocuidado voltados para o público feminino vão além da estética, pois um toque pode salvar e tratar antecipadamente alguma anomalia, além disso, ações afirmativas desse caráter promovem a saúde garantindo a dignidade da pessoa e assegurar os direitos básicos preconizados na Carta Magna.

“Devemos nos cuidar, nós mulheres precisamos prestar atenção aos sinais que o corpo emite, por isso são tão importantes essas ações. A iniciativa de levar prevenção e conscientização mostra o cuidado com nós, trabalhadoras”, disse a funcionária da administração , Suelândia Tavares.

Servidores e Servidoras da Fundhacre. Foto: Danna Anute/Fundhacre

A mala da Esperança

Na solenidade, o médico oncologista e gerente de assistência da Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), Rafael Carvalho  entregou uma mala com um aparelho que auxilia na detecção mais precisa de células cancerígenas, e que consequentemente auxilia na diminuição dos efeitos colaterais no corpo, decorrente do tratamento. Na prática, o equipamento traz uma expectativa, que é a redução da taxa de cirurgias, em especial para o câncer de mama.

Médico oncologista Rafael Carvalho e João Paulo Silva, presidente da Fundhacre. Foto: Danna Anute/Fundhacre
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!