26.3 C
Rio Branco
25 novembro 2021 9:17 pm

Energisa leva energia solar com tecnologia de ponta à comunidade ribeirinha em área remota na Região Amazônica

Instalação de microssistema de geração solar e armazenamento garante energia contínua, limpa e renovável para os moradores

POR ASCOM

Última atualização em 26/10/2021 16:57

Vila Restauração (AC), 26 de outubro de 2021 – A chegada da energia elétrica contínua, limpa e renovável na Vila Restauração marca uma nova história na vida das cerca de 200 famílias que vivem nessa pequena localidade situada em área remota da Região Amazônica no Acre e próxima à fronteira com o Peru. A Energisa, maior grupo privado de capital nacional do setor elétrico, inaugurou nesta terça-feira (26/10/2021) as obras que garantem o fornecimento de luz para a comunidade ribeirinha 24 horas por dia.

A iniciativa alia inovação e desenvolvimento sustentável, além de proporcionar a melhoria da qualidade de vida para toda comunidade ribeirinha que, até então, só contava com eletricidade por apenas três horas diárias.

A energia elétrica chegará aos moradores por um microssistema de geração solar e armazenamento de energia, por meio de baterias de íon de lítio, tecnologia de ponta com baixo impacto ambiental e maior durabilidade. O excedente de energia gerada ao longo dos dias ensolarados será armazenado em baterias para garantir o abastecimento durante a noite e em dias chuvosos ou nublados, com baixa incidência de luz solar. Dessa forma, os moradores terão acesso à energia de maneira contínua.

A empresa também fará o monitoramento 24 horas por dia do sistema remotamente para acompanhar e registrar todo o funcionamento. Assim, será possível atuar de forma preventiva e rápida caso haja alguma necessidade de manutenção. O investimento da Energisa soma aproximadamente R$ 20 milhões e faz parte dos programas de Pesquisa e Desenvolvimento e de Eficiência Energética da Energisa, ambos regulados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O evento de inauguração foi realizado nesta terça-feira na Vila Restauração com a presença do diretor-presidente da Energisa no Acre, José Adriano Mendes Silva; do governador do Acre, Gladson Cameli; o prefeito de Marechal Thaumaturgo Isaac Piyãko; e dos moradores da comunidade. Também presente na solenidade, o presidente da Assembleia Legislativa do Acre, deputado estadual Nicolau Júnior, o secretário estadual da Fazenda, Rômulo Grandidier, o deputado estadual Luiz Gonzaga, o presidente do Departamento de Estradas e Rodagem, Petronio Antunes, o prefeito do município de Jordão, Naldo Ribeiro, o vice-prefeito de Marechal Taumaturgo, Valdelio Furtado, o presidente da câmara dos vereadores de Marechal Taumaturgo, vereador José dos Santos Furtado e demais autoridades locais.

O fornecimento de energia na Vila Restauração era precário, caro e poluente. A luz era produzida por um único gerador a diesel, custeado pelos habitantes locais e a prefeitura de Marechal Thaumaturgo, cidade mais próxima da comunidade e a 557 quilômetros da capital Rio Branco.

“Quando a energia chega, vidas se transformam. Estamos levando desenvolvimento sustentável para quem vive em uma das regiões mais remotas no Brasil dentro da Floresta Amazônica. Por isso, decidimos executar um projeto inovador com responsabilidade e baixo impacto ambiental. Levar energia elétrica é mais do que fornecer um serviço. É permitir o acesso a algo tão essencial para que as pessoas realizem seus sonhos. Agora, os moradores poderão ter eletrodomésticos para armazenar alimentos e medicamentos, acesso à internet e empreender dentro da própria comunidade”, comemora José Adriano Mendes Silva, diretor presidente da Energisa no Acre.

A empresa vai doar equipamentos de consumo eficiente. Foram substituídos 105 refrigeradores, 50 freezers e 1.000 lâmpadas.

O governador do Acre, Gladson Cameli, prestigiou o evento de inauguração da usina que também é fruto de intervenções feitas durante o período em que era senador da República. Na época, o agora chefe do Executivo, promoveu reuniões junto ao governo federal e a Energisa, visando garantir energia ininterrupta e melhorar a qualidade de vida dos moradores.

“Faz quanto tempo que vocês sonhavam em ter o direito que cada cidadão tem de ligar sua televisão sem ter hora marcada? Aqui não é partido, não é prefeitura, não é governo ou iniciativa privada. É a união e a determinação. Aqui a população tem que estar em primeiro lugar”, afirmou o governador Gladson Cameli.

A chegada da energia também permitiu inciativas para a melhoria da infraestrutura local. Além de levar energia, a Energisa firmou parceria com a operadora TIM para fornecer internet para os moradores. A Vila Restauração foi escolhida para receber a primeira antena 4G na região.

“Ter energia elétrica o dia todo parece algo simples para quem mora na cidade, mas pra gente aqui na vila Restauração é algo que muda totalmente a nossa vida. Agora eu vou poder beber água gelada, guardar alimentos sem medo de estragar e vou poder ver o jogo do meu Flamengo a hora que quiser”, conta Deison Furtado, morador.

Dada a complexidade do projeto, os trabalhos envolveram diferentes áreas da companhia. Além dos esforços empreendidos pela distribuidora da Energisa no Acre, a iniciativa foi executada pela Alsol, empresa de energias renováveis do Grupo Energisa. Essa unidade é responsável por desenvolver soluções de energia por fontes limpas e renováveis, de forma descentralizada, digitalizada, com sistemas de armazenamento e também de eletrificação de transportes.

A Energisa também realizou estudo socioambiental para identificar as vulnerabilidades da comunidade para executar o projeto. Por isso, o planejamento considerou aspectos importantes de sustentabilidade e logística durante as obras. Os resultados do projeto na Vila Restauração servirão à criação de um modelo a ser replicado em outras áreas remotas.

Vila Restauração – A comunidade ribeirinha está situada dentro da Reserva Extrativista do Alto Juruá, a 70 km do centro do município de Marechal Thaumaturgo (AC), próxima à fronteira com o Peru. Para chegar ao local, um dos mais remotos do Brasil, são necessárias viagens que levam de quatro a dez horas em pequenas embarcações, dependendo das condições do rio. Os equipamentos e materiais que servem à rede de distribuição chegaram à localidade após um grande esforço logístico. A maior parte do sistema de geração e armazenamento, como placas solares, baterias e conversores, seguiu de caminhão de Uberlândia (MG), sede da Alsol, até a cidade de Cruzeiro do Sul (AC), onde houve um transbordo para balsas concluírem o transporte fluvial. O deslocamento de cada lote enviado levou, em média, cerca de 13 dias – seis na estrada e mais sete em vias fluviais.

“O avanço da rede elétrica traz benefícios locais e a todo o país. Estamos trabalhando intensamente e temos feito investimentos robustos para oferecer energia de qualidade às pessoas e promover o desenvolvimento sustentável na Amazônia. Toda a nossa estratégia é baseada na energia 4D: descarbonizada, descentralizada, diversificada e digitalizada”, completa José Adriano Mendes Silva, diretor presidente da Energisa no Acre.

Vila Restauração em números: 

  • Famílias atendidas: cerca de 200
  • Unidades conectadas: 222

– Residenciais: 193

– Comerciais: 14

– Serviços públicos: 15

  • Luminárias convencionais: 75
  • Luminárias solares: 8
  • Potência instalada: 325Kwp com 580 painéis solares
  • Energia total gerada em 30 dias: 11,90 MWh
  • Storage: 828 kWh (4 racks de baterias, de 207 kWh cada, instalados em container com sistema de refrigeração e combate a incêndio próprios)
  • Geradores backup: 2 x 116 kVA, que serão acionados automaticamente pelo sistema de gerenciamento de energia da usina.
  • Investimento: cerca de R$ 20 milhões.

Sobre a Energisa 

Com 116 anos de história, o Grupo Energisa é o maior privado do setor elétrico com capital nacional e o também o maior na Amazônia Legal. Uma das primeiras empresas a abrir capital no Brasil, a companhia controla 11 distribuidoras em Minas Gerais, Paraíba, Rio de Janeiro, Sergipe, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, São Paulo, Paraná, Rondônia e Acre. Com receita líquida anual de R$ 18 bilhões (2020), o Grupo atende a 8 milhões de clientes (o que representa uma população atendida de mais de 20 milhões de pessoas) em 862 municípios de todas as regiões do Brasil, além de gerar cerca de 20 mil empregos diretos e indiretos. 

Com a missão de transformar energia em conforto, desenvolvimento e oportunidades de forma sustentável, responsável e ética, a Energisa atua com um portfólio diversificado que engloba distribuição, transmissão, serviços para o setor elétrico (Energisa Soluções), serviços especializados de call center (Multi Energisa), comercialização de energia (Energisa Comercializadora), soluções em energias renováveis (Alsol) e agora a fintech Voltz, que entra no mercado de contas digitais. 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.