34.4 C
Rio Branco
13 outubro 2021 6:36 pm

INSS: Pente-fino corta quase 60% dos benefícios analisados

POR ISTO É

Última atualização em 05/10/2021 18:19

Quase 60% dos auxílios-doença que passaram pela perícia do pente-fino do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) foram cortados. Foram encerrados 29.639 de 50.191 avaliações.

Na semana passada, o governo publicou uma convocação com os nomes de mais de 95 mil segurados que precisam agendar a perícia do pente-fino para não terem o benefício suspenso e, posteriormente, cancelado.

No estado de São Paulo, foram convocados 10.735 titulares de auxílios-doença que não passam por perícia há, pelo menos, seis meses, atrás apenas do Rio Grande do Sul, com 11.816 convocados. Na sequência aparecem Bahia, com 6.880, e Rio de Janeiro, com 6.528.

Os segurados tem até o dia 11 de novembro para agendar a perícia, pelo 135 ou pelo Meu INSS.

Quem não agendar o atendimento ou não comparecer na data marcada terá o benefício suspenso até a regularização.

Após 60 dias da suspensão, o auxílio pode ser cortado definitivamente.

O governo mira benefícios que estão sendo pagos a segurados que recuperaram a capacidade de trabalhar.

O INSS pode chamar para o pente-fino auxílios que começaram a ser pagos há mais de dez anos e também benefícios concedidos judicialmente.

Desde agosto, quando começou a enviar as 170 mil cartas, o INSS selecionou os segurados que recebem auxílios-doença.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.