36.3 C
Rio Branco
14 outubro 2021 4:42 pm

Instituto Amazônia +21 será lançado neste sábado na FIEAC; saiba mais

Iniciativa visa fomentar novos modelos de negócios capazes de promover o desenvolvimento sustentável e levar melhor qualidade à população de toda região

POR ASCOM

Última atualização em 14/10/2021 16:42

Será lançado neste sábado, 16 de outubro, às 9h, na sede da Federação das Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), o Instituto Amazônia +21, um fórum internacional criado para promover negócios sustentáveis, conectar grandes empresas com empreendedores locais e articular projetos inovadores de alto impacto na Amazônia.

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (FIERO) e articulador do Instituto, Marcelo Thomé, estará em Rio Branco para participar do evento. Ele tem enfatizado que o objetivo é fomentar novos modelos de negócios, capazes de promover o desenvolvimento sustentável e levar melhor qualidade de vida à população de toda região.

“Empresas do mundo todo procuram negócios sustentáveis e as maiores e melhores oportunidades estão aqui na Região Amazônica, por isso precisamos tomar a iniciativa, oferecer possibilidades e buscar conectar investidores com empresas locais e empreendimentos sustentáveis já instalados na Amazônia para realizar o nosso enorme potencial social, ambiental e econômico”, diz Thomé.

O presidente da FIEAC, José Adriano, ressalta a importância de viabilizar diálogos para o desenvolvimento sustentável. Foto: Divulgação

Entre as ações a serem desenvolvidas pelo Instituto estão serviços de assessoria na aplicação de recursos para projetos sustentáveis, articulação de parcerias voltadas para a incorporação de novas tecnologias, consultoria técnica com base em critérios ESG (Environmental, Social and Governance) orientados por gestão eficiente de projetos, difusão de práticas ESG voltadas para a Região Amazônica e mensuração de resultados e impactos dos projetos implementados.

O presidente da FIEAC, José Adriano, ressalta a importância de viabilizar diálogos para o desenvolvimento sustentável, proteção do bioma Amazônia, geração de riqueza e qualidade de vida para 23 milhões de pessoas nos noves estados que compõem a Amazônia Legal. “O Amazônia +21 considera todas essas necessidades e tem tudo para alcançar resultados promissores em benefício do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do estado do Maranhão”, enfatiza o empresário.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.