33.3 C
Rio Branco
13 outubro 2021 1:10 pm

Justiça dá 10 dias para prefeito de Acrelândia explicar omissão de dados à Câmara de Vereadores

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 13/10/2021 13:10

A juíza de Direito da Comarca de Acrelândia, município do interior do Acre e distante a 100 quilômetros da Capital Rio Branco, Camylla Alcioli, decidiu dar, a partir desta quarta-feira (13), dez dias como prazo para que o prefeito do município, Olavo Francelino Rezende (PSD), explica os motivos de não responder aos pedidos de informações requeridas por vereadores da Câmara Municipal. A juíza ainda determinou para que o a promotoria de Justiça local fosse notificada.

As ações contra o prefeito nesse sentido vêm sendo movida pelo vereador Cleuson (PP), que diz vir lutando para que a prefeitura Acrelândia forneça documentos referentes às empresas que prestam serviços para o município, além de outros documentos interno da administração pública. O parlamentar quer saber, por exemplo, como é o funcionamento dessas empresas e as formas de contratações por parte das empresas de seus funcionários e os recursos pago pelo executivo. Segundo o parlamentar. |Segundo o vereador, a gestão tem negado a repassar as informações na qual deve ser de conhecimento público e por isso ele foi bater às portas da Justiça.

Caso a gestão venha descumprir com a determinação da juíza poderá ser multada e o gestor responder processo por improbabilidade administrativa, adverte a decisão da juíza.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.