34.4 C
Rio Branco
13 outubro 2021 6:10 pm

Motorista de aplicativo é sequestrado em Rio Branco e levado para fronteira; bandidos morrem em troca de tiros com a PM

POR ITHAMAR SOUZA, PARA CONTILNET

Última atualização em 13/10/2021 18:10

Um motorista de aplicativo ainda não identificado, foi vítima de um sequestro e teve o veículo roubado na manhã desta quarta-feira (13) próximo à Urap Cláudia Vitorino, no bairro Taquari, região do Segundo Distrito de Rio Branco.

Segundo informações da polícia, o motorista de aplicativo foi atender uma solicitação de uma corrida no bairro Taquari, mas não quis entrar totalmente no bairro, então, foi combinado que a “suposta passageira” fosse esperar próximo à Urap Cláudio Vitorino. Ao chegar no local indicado, o motorista acabou rendido por quatro criminosos, sendo três homens e uma mulher.

O motorista contou que foi obrigado a dirigir até sair da cidade de Rio Branco, seguindo pela BR-317, no sentido da fronteira. Durante o trajeto, o profissional tentou pular da direção do próprio veículo, um carro modelo Palio de cor vermelha. Na tentativa de fuga, o motorista foi recapturado, agredido até desmaiar e foi colocado dentro do porta-malas.

Ao tornar a consciência, o motorista já estava dentro do porta-malas e ouviu os criminosos falando que quando chegassem na Bolívia executariam ele.

Ainda segundo a polícia, próximo ao entroncamento do município de Xapuri, os criminosos, que estavam na direção do veículo, receberam ordem para parar o carro em uma abordagem policial, mas acabaram furando a barreira, iniciando uma perseguição policial.

Após alguns quilômetros, eles entraram em um ramal, abandonaram o veículo e entraram em uma área de mata. Um homem e uma mulher trocaram tiros com os policiais e acabaram feridos. Eles morreram ainda no local. Outro criminoso, que estava desarmado, se entregou à polícia e outro comparsa conseguiu fugir pela mata.

Os PMs liberaram o motorista de aplicativo que estava muito machucado e teve que receber atendimento médico no Hospital Raimundo Chaar, no município de Brasileia. Os dois corpos foram levados para o necrotério do hospital e o criminoso que se entregou foi encaminhado para a delegacia de Polícia Civil de Brasiléia.

Agentes do Instituto Médico Legal (IML), recolheram os corpos e levaram para a sede em Rio Branco, onde serão realizados os devidos exames cadavéricos. Policiais fazem varredura na área tentando encontrar o bandido que fugiu.

O caso deverá ser investigado pela Polícia Civil de Brasileia.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.