30.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 3:48 pm

Mulher descobre que estava dormindo ao lado de um cadáver por dois meses, e história tem desfecho assustador; entenda

POR HUGO GLOSS, UOL

Última atualização em 17/10/2021 10:17

O Halloween está chegando, mas essa é uma história bem real! Uma mulher chamada Reagan Baylee revelou que estava dormindo “ao lado” de um cadáver, há pelo menos dois meses, e não fazia ideia. Como assim?! Baylee morava sozinha em Los Angeles quando começou a notar um cheiro estranho que a fazia ter mal estar. Depois de um tempo, ela descobriu o “problema”…

Segundo as informações divulgadas pelo The Mirror neste sábado (16), a moça compartilhou a história através de uma publicação no TikTok e rapidamente viralizou, com mais de 8,4 milhões de visualizações. “Eu estava tendo dores de cabeça, não estava dormindo durante a noite e me sentia muito enjoada. Honestamente, todos nós meio que passamos por isso. Eu me sentia um pouco solitária e ficando um pouco louca na quarentena, assim como todo mundo”, explicou.

Reagan contou que nunca foi de ter insônia, mas atribuiu a situação ao cansaço da pandemia de Covid-19 e que estava somente “triste e deprimida”. No entanto, além do mal estar, ela começou a notar um aumento na quantidade de insetos e aranhas aparecendo em seu apartamento, o que a fez acionar a proprietária do imóvel.

“Sinceramente, minha melhor descrição desse cheiro era um peixe morto, então pensei que talvez um pássaro tivesse pego um peixe, mas é a coisa mais estúpida de todas porque não tem lagos perto de casa. Comecei a pensar que o cachorro do vizinho tinha morrido ou que algo tinha acontecido. Fiquei preocupada, mas a proprietária disse que ela não poderia simplesmente incomodar os outros moradores”, disse. Que situação!

Com a recusa da proprietária e o odor cada vez mais forte, a jovem chamou seu namorado para pedir uma segunda opinião, já que estava “pressentindo” que tinha algo errado. O problema foi que o jovem também começou a sentir náuseas e dificuldade para dormir por conta do cheiro forte. Foi aí que ela resolveu acionar a polícia. “Consultei a polícia e eles me disseram que após 48 horas, se a proprietária não resolvesse, eu poderia chamá-los novamente. E foi aí que as coisas ficaram loucas. Senti que eu estava em uma missão porque ninguém estava me ouvindo”, desabafou. Confira:

Leia mais em HUGO GLOSS, clicando AQUI.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!