26.3 C
Rio Branco
30 novembro 2021 10:49 am

Na Casa Rosa Mulher, Bocalom anuncia investimentos para mulheres: “Alternativa de renda”

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 25/10/2021 21:47

O prefeito Tião Bocalom participou na manhã desta segunda-feira (25), do curso de Biojoias oferecido às mulheres assistidas pela Casa Rosa Mulher, em Rio Branco.

A formação é uma parceria com a Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo e o Sebrae foi iniciado na semana passada e terá 40 horas, as joias confeccionada serão levadas à uma feira que será realizada no início de novembro na capital.

Prefeito anunciou investimentos durante a visita/Foto: ascom

A diretora de Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), Rila Freze, informou que o curso é uma forma de valorizar o ser humano. “Isso aqui é fazer o que o prefeito pede, que a gente cuide de pessoas e aqui as nossas assistidas têm sido cuidadas com carinho, para que elas possam superar suas dificuldades e evoluir. Isso é promover a dignidade humana”.

Representante Secretaria de Estado de Empreendedorismo e Turismo, Fred Lima, o curso vai possibilitar a mudança na vida da comunidade carente. “Essas pessoas querem aprender uma nova profissão e estamos dando e elas essa oportunidade, essa nova atividade”.

O professor Antônio Kleber explicou as técnicas que estão sendo repassadas no curso. “Hoje elas estão aprendendo técnicas de lapidação de madeira, acabamento, polimento e técnicas de marchetaria e dobradura de fios para a confecção de brincos, colares e anéis”, explicou o professor.

Miriam Lopes de Oliveira, uma das alunas, falou sobre o curso. “Eu nunca tive uma experiência como essa e estou amando. Agora vou ganhar uma renda extra”.

O prefeito Tião Bocalom afirmou que além do curso, as alunas ganharão o material necessário para fazer disso uma profissão. “Dinheiro não cai do céu e isso aqui é apresentar uma alternativa de renda para essas mulheres. O que a gente vê aqui é esse estímulo dado a elas, através da secretaria Municipal de Assistência Social, para fazer com que busquem uma renda extra. O mais importante é que elas aprendam algumas atividades. Inclusive já autorizei a compra imediata dos equipamentos necessários de que elas precisam porque temos que dar condições para que continuem seu trabalho”, finalizou Bocalom.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!