30.3 C
Rio Branco
25 novembro 2021 11:47 am

No AC, jornalista tem cartões clonados, gastos em contas e nome envolvido em golpe no WhatsApp: “Usaram foto minha”

POR DOUGLAS RICHER, DO CONTILNET

Última atualização em 15/10/2021 09:18

Siga meu Instagram e veja mais conteúdos: @douglasricher.

Uma das colunistas acreanas mais famosas no Acre, a jornalista Roberta Lima teve, seu nome evolvido em tentativa de golpe pelo WhatsApp e clonagem de cartões essa semana.
Roberta Lima, que é funcionária do Ministério Público do Acre e atua como Chefe de Gabinete do Procurador de Justiça Sammy Barbosa, recebeu a notícia pelo irmão, o advogado George Lima que reside em Brasília, de que uma pessoa estava conversando com ele pedindo dinheiro pelo WhatsApp, se passando pela jornalista acreana.

O irmão George e o pai da colunista, o ex-deputado federal Osmir Lima, foram os primeiros a receber mensagens usando o nome da colunista pedindo certa quantia em dinheiro. “Meu irmão me ligou de Brasília, onde reside, me comunicando”, contou a jornalista.

Pode ser uma imagem de 1 pessoa
A jornalista Roberta Lima teve seu nome evolvido em tentativa de golpe pelo WhatsApp e clonagem de cartões essa semana. Foto: Reprodução/ Facebook

Em entrevista ao ContilNet, Roberta revelou que os golpistas pediram o dinheiro aos familiares para fazer pagamento: “Aquele velho golpe de pedir para fazer um pagamento. Aí manda o número de um pix, e a pessoa transfere o dinheiro e depois nunca mais vê. Eles usaram uma foto minha num número de um celular que não é o meu e ficaram pedindo dinheiro”, comentou.

No início da semana, a vice-presidente Norte-Acre da Federação Brasileira de Comunicadores e Colunistas Sociais, também foi alvo de clonagem de dois cartões bancários da agência Bradesco. Roberta Lima teve os cartões débito e crédito clonados e ficou assustada:

Eu nunca tinha visto clonagem no débito, foi a primeira vez. Ano passado tive meus cartões de crédito três vezes clonados. Essa semana clonaram dois cartões do Bradesco. Um cartão de crédito e outro de débito. O Bradesco é o único banco que tem dois cartões: um de débito e outro de crédito. Não é como o Banco do Brasil e os outros bancos, que o mesmo cartão tem as mesmas funções. Pensa num (sic) aperreio”.

Pode ser uma imagem de 2 pessoas e pessoas sorrindo
Roberta e a filha Karenna tiveram cartões bancários clonados. Foto: Facebook

“O de débito (Bradesco Prime) eles começaram com valor pequeno R$ 47, numa compra na loja Americana, e o banco de imediato mandou mensagem perguntando se eu reconhecia a compra. Como era feriado e estava em casa, automaticamente disse que não. Aí foi cancelado. O Bradesco é um dos poucos bancos que conheço que dá para o cliente dois Cartões: um de débito e um de crédito, o que é muito bom, porque não ficamos totalmente sem cartão numa hora dessas. Já o de crédito, decorei banco , esse cartão é um cartão que dei um adicional pra minha filha, e ela que detectou, pois automaticamente foi bloqueado e ela tentou fazer uma compra e não conseguiu. Foi quando olhei o extrato (por ser a titular eu que tenho o controle) e vi que tanto o meu quanto o dela foram cancelados. Olhei o extrato e vi que eles ainda conseguiram usar pouco mais de R$ 300. Valores pequenos. Serão ressarcidos. Da última vez, ano passado, usaram mais de R$ 3 mil do meu cartão. De 2 anos pra cá essa, é a 5ª vez que tenho meus cartões clonados”, comentou Roberta.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.