24.3 C
Rio Branco
5 dezembro 2021 7:29 am

Quadrilha com pelo menos dez criminosos é presa em operação de combate ao tráfico em Capixaba

Prisões ocorreram na zona rural de Capixaba contra pelo menos dez pessoas, entre as quais mulheres e um adolescente

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 15/10/2021 11:46

Dez pessoas – entre as quais pelo menos duas mulheres – foram presas e um menor de 17 anos foi apreendido na manhã desta sexta-feira (15) em Capixaba, município a 77 quilômetros da capital Rio Branco, durante operação da Polícia Civil de combate ao tráfico de drogas e organização criminosa. Foram apreendidos cinco armas de fogo, entre as quais duas espingardas calibre 20, uma carabina de pressão adaptada para calibre 22, dois revolveres calibre 38, além de dois simulacros de pistola. A polícia também apreendeu celulares, munições e dinheiro que supostamente é oriundo da venda de entorpecente.

O epicentro da operação policial foi uma propriedade localizada no Ramal do Batista do Projeto de Assentamento Alcobras, na zona rural de Capixaba. A operação contou com apoio do Departamento de Polícia Civil da Capital e do Interior (DPCI) e do Núcleo de Capturas (NECAP) no cumprimento de um mandado de busca e apreensão.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação durou cerca de sessenta dias e apontou que o alvo coordenava ações criminosas na região além de fazer parte de uma organização criminosa que agia no cometimento de crimes como: trafico de drogas, roubos e associação para o trafico.

Todos os investigados foram presos dentro da mesma propriedade e faziam parte do mesmo grupo criminoso que arquitetava ações criminosas. Alguns dos presos foram identificados pelas iniciais S.B de J. 31 anos; a mulher O.L. de O, de 44 anos; A.F.M da S, 21 anos; F.C da C.P, 26 anos, e o adolescente J. da S, de 17 anos, além de uma outra mulher, M. de S. F., de 39 anos. Do grupo, quatro tinham mandado de prisão em aberto por furto, roubo, latrocínio e trafico de drogas.

Todos eles foram encaminhados a Delegacia Geral do município para procedimento praxe em seguida colocados à disposição da justiça. As investigações em relação ao grupo vai prosseguir, informou a polícia.

Fotos: Assessoria/Polícia Civil

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!