27.3 C
Rio Branco
28 novembro 2021 1:33 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Quadrilha paulista é presa ao ostentar em cidade turística com cartões falsos

Proprietário de hotel foi notificado pela operadora de cartão sobre cancelamento de pagamento de diárias. Ele procurou polícia e quatro foram presos por estelionato, em Bonito.

POR G1

Uma quadrilha paulista foi presa nesta quarta-feira (13), em Bonito, a 297 km de Campo Grande, a cidade é um dos principais polos turísticos de Mato Grosso do Sul e do país. Segundo a polícia, os quatro suspeitos foram descobertos depois que todos os pagamentos feitos por eles com cartões falsos começaram a ser cancelados pelo banco, um por um.

Conforme o boletim de ocorrência, o proprietário de um hotel constatou que o pagamento feito pelos hóspedes com cartões de créditos havia sido cancelado. Ele foi informado pela operadora de cartão via e-mail sobre a fraude.

Um outro empresário de uma agência de turismo, também procurou a polícia informando que foi vítima da quadrilha. O grupo teria feito várias reservas por meio da agência dele em hotéis e passeios via internet. Todos os pagamentos foram efetuados via cartão, e nesta quarta-feira, os mesmos foram cancelados. O prejuízo foi de R$ 21.542,60.

Conforme a polícia, a equipe de investigação realizou uma ronda e encontrou o grupo de turistas, sendo dois homens de 26 e 24 anos e duas mulheres de 21 e 23 anos. Com eles a polícia encontrou vários objetos que eles compraram no comércio da cidade.

Na delegacia, eles disseram que viajaram da cidade de São Paulo para Campo Grande (MS) e depois decidiram passar o feriado em Bonito. Um deles informou que membro de diversos grupo de redes sociais que oferecem cartões de credito e clonagem de cartão, desta forma realizou os pagamentos das hospedagens, passeios e compras utilizando cartões clonados.

Os quatro foram presos em flagrante e autuados por estelionato. O caso, segue em investigação pela Delegacia de Polícia Civil do município.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.