30.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 4:48 pm

Via Verde Shopping recebe segunda edição do curso de Reanimação Cardiopulmonar

O curso será realizado das 14h às 22h no Espaço Cultural do shopping e segue todos os protocolos de biossegurança

POR ASCOM

Última atualização em 23/10/2021 10:09

O Projeto Alfa – Rio Branco, da Liga Acadêmica de Emergências Médicas e Trauma da Universidade Federal do Acre (Ufac), realiza no Espaço Cultural do Via Verde Shopping a segunda edição do curso de Reanimação Cardiopulmonar (RCP). A importância do evento está ancorada na necessidade de difundir conhecimentos acerca do tema, pois quando uma pessoa sofre parada cardiorrespiratória (PCR) e não recebe a RCP e nem o procedimento de desfibrilação perde de 7% a 10% das chances de sobreviver a cada minuto transcorrido, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cardiologia.

Entretanto, com a RCP as chances de sobrevivência são maiores, cerca de 3% a 4% por minuto. Por isso, o workshop tem como objetivo divulgar conhecimentos sobre primeiros socorros para a população, pois a reanimação precoce aumenta as chances de sobrevivência da vítima. Paralelo a esses dados, o Via Verde Shopping recebe neste sábado, 23, os acadêmicos do curso de Medicina da Ufac, ligados ao Projeto Alfa, para ensinar as técnicas de reanimação ao público.

Segundo Bruna Rocha, diretora executiva do Projeto Alfa e acadêmica de Medicina, o curso é uma experiência necessária para os alunos, pois vivenciarão a prática da profissão. Ainda segundo Bruna, o maior objetivo do curso é transmitir informações claras e objetivas sobre as manobras de reanimação. “A PCR mata muito rápido e as manobras de reanimação são eficazes, além disso aumentam as chances de a vítima sobreviver enquanto aguarda por socorro. Por isso é importante que as pessoas saibam identificar a PCR e como fazer as manobras de reanimação”, finaliza.

Lembrando que o curso segue todos os protocolos exigidos pela Vigilância Sanitária e todas as pessoas envolvidas no curso são estudantes de Medicina da Ufac. O ensino será individual e cada participante será treinado por um dos monitores, totalizando um tempo mínimo de 10 minutos por pessoa. Cada boneco utilizado para o treinamento será mantido na distância necessária para respeitar os protocolos de segurança, e será higienizado após cada uso. Além disso, no local serão disponibilizados borrifadores de álcool a 70° para limpeza das mãos.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.