33.3 C
Rio Branco
13 outubro 2021 1:12 pm

Vitória do associativismo: Sindicarnes-Acre finaliza processo de fundação

Mais uma entidade sindical patronal da indústria nasce para fortalecer ainda mais a defesa de interesses do setor

POR ASCOM

Última atualização em 02/10/2021 16:22

Após um longo processo, iniciado em 17 de janeiro de 2020, mais uma entidade patronal representativa da indústria teve sua fundação oficializada neste segundo semestre: o Sindicato das Indústrias de Frigoríficos e Matadouros do Estado do Acre – Sindicarnes/AC. Agora, a próxima etapa é o processo de filiação à Federação da Indústrias do Estado do Acre (FIEAC), quando sua admissão for resolvida pelo Conselho de Representantes.

Na última quarta-feira, 29 de setembro, a diretoria do novo sindicato esteve reunida com o presidente da FIEAC, José Adriano, e o executivo sindical Mozani Mariano, para ser apresentada à estrutura organizacional do Sistema CNI/FIEAC e orientada quanto aos procedimentos e normas de atuação na sociedade, órgãos públicos, bem como à elaboração da Proposta de Convenção Coletiva de Trabalho para a Categoria de Trabalhadores dos Frigoríficos. Para Adriano, esta é uma grande vitória do associativismo no estado.

“O sindicato empresarial existe para unir pessoas que acreditam na indústria e na sua importância para o nosso estado. São grandes aliados das empresas ao oferecerem serviços, cursos e consultoria para melhorar o ambiente de negócios. Por isso, quanto maior a participação dos empresários em seus respectivos sindicatos, mais forte será a indústria acreana”, argumenta o presidente da FIEAC.

O empresário Murilo Leite, do Grupo Frigonosso, foi aclamado presidente do Sindicarnes para o quadriênio 2020/2024. De acordo com ele, este segmento foi um dos que mais cresceram nos últimos 10 anos, mesmo enfrentando as dificuldades que todos passaram desde o ano 2019 até o momento. “Somos um setor muito importante para a economia do estado e precisamos de foco, precisamos nos organizar, pois temos demandas pontuais. Assim, foi necessário nos estruturar para que tivéssemos uma representação mais definida e, dessa forma, podermos avançar ainda mais para fortalecer não só a categoria, mas contribuir para o fortalecimento da nossa economia de uma forma global”, destaca.

REPRESENTATIVIDADE – Atualmente, a FIEAC conta com 10 sindicatos filiados, que representam 10 segmentos industriais com grande representatividade no estado, a saber: construção civil (Sinduscon); pavimentação e terraplanagem (Sincepav); extração mineral (Sindmineral); florestal (Sindusmad); moveleiro (Sindmóveis); produtos alimentares (Sinpal); panificação e confeitaria (Sindpan); gráfico (Sindigraf); confecções (Sincon); e cerâmico (Sindicer). Além do Sindicarnes, que já obteve seu registro sindical no Ministério da Economia, por meio do Cadastro Nacional de Entidades Sindicais (CNES), outra entidade já está em vias de finalização do processo de fundação, o Sindicato das Indústrias de Sorvetes do Estado do Acre (Sindsorvetes).

“Os avanços do associativismo no setor empresarial acreano são animadores. A FIEAC existe porque os sindicatos existem. É nosso papel incentivar cada vez mais a união representativa de classe, a defesa de interesses, o avanço e aperfeiçoamento de gestão e elevação da competitividade dos negócios locais. E só podemos fazê-lo se os empresários se conscientizarem de que venceremos e tornaremos o Acre um estado desenvolvido somente com a união de todos”, comemora Adriano.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.