28.3 C
Rio Branco
3 dezembro 2021 10:23 am

Alan Rick diz que não houve recuo de candidatura e confia que Gladson saberá escolher quem apoiar: “Ele sabe dos números”

POR NANY DAMASCENO, DO CONTILNET

Última atualização em 21/11/2021 17:27

Em seu segundo mandato como deputado federal, Alan Rick (DEM) concedeu uma entrevista ao ContilNet onde falou sobre seu quinto ano na Câmara Federal. Jornalista por formação, Alan tem sido um dos parlamentares mais atuantes da bancada do Acre em Brasília.

Enviando emendas, peregrinando em ministérios e visitando os quatro cantos do Acre, o deputado diz estar trabalhando em um mandato sem cor partidária: suas emendas são alocadas nos locais de maiores necessidades para o acreano.

Uma das suas bandeiras tem sido a questão dos médicos brasileiros formados no exterior. Atuou forte na luta pelo Revalida, para que a prova pudesse ocorrer duas vezes ao ano, deu certo, tanto que a segunda fase já acontece agora em dezembro.

“Essa tem sido uma luta que travamos desde 2015, quando iniciamos o primeiro mandato. No Acre temos pelo menos cinco mil estudantes fazendo medicina ou formados, pelo menos 400 médicos atuando no Mais Médicos pelo Brasil. E tanto a luta do Mais Médicos quanto do Revalida foram coroadas”, disse.

Uma ação muito importante do parlamentar ocorreu recente: a doação do ônibus ao Centro de Hematologia e Hemoterapia do Acre (Hemoacre), no valor de R$ 1,5 milhão, que vai permitir o retorno das captações de sangue de forma itinerante, Alan explicou que o veículo é o que tem de mais moderno e que se equipare a ele, só há um no Brasil. Ele possui poltronas elétricas, freezer, banheiro, sala de coleta, triagem e acessibilidade para cadeirantes e vai percorrerá os municípios para captação de sangue. Com exclusividade, ele anunciou que Cruzeiro do Sul também ganhará uma unidade móvel em breve.

Com muito carinho, Alan também falou de outra grande ação na saúde do Acre, é a a parceria com o Hospital Albert Einsten para implementar a telemedicina em todos os municípios acreanos, que vai permitir aos acreanos que moram nos municípios mais distantes, que se consultem com médicos em diversas especialidades sem precisar se deslocar.

Eleições 2022

Com seu nome posto como pré-candidato ao Senado, Alan garante que sua candidatura é uma realidade: “Minha candidatura para o Senado está de pé, pois ela não nasce do deputado Alan, eu fui convidado. Se há um entendimento do partido e de tantos seguimentos da sociedade, meu nome está à disposição. Ninguém é candidato de si mesmo, tem que surgir das demandas da população”, disse afirmando que não pode-se construir uma candidatura para satisfazer projetos pessoais.

Mesmo firme na candidatura, Alan diz que não tem vaidade em recuar: “Se nosso nome recuar nas pesquisas, retiramos nosso nome e vamos para deputado federal, se assim a população quiser, mas hoje, diante dos bons números nas pesquisas, nosso nome está a disposição”, reflete.

Ele dá apenas um recado: não tem interesse em ser vice de Gladson. E afirma que acredita que o governador vai saber escolher para quem dar seu apoio. “Ele sabe dos números”.

Confira a entrevista completa:

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.