30.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 3:34 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Antes de se afogar e morrer, jovem brincava às margens de lago em condomínio de luxo; veja orientações

Durante feriado prolongado, cuidados devem ser redobrados ao entrar em piscinas, rios e cachoeiras.

POR G1

Foi identificado como Lucas de Jesus Benites, de 22 anos, o corpo encontrado em um lago de um condomínio de luxo, em Jaraguari (MS) – cidade vizinha à Campo Grande. Minutos antes de morrer afogado, testemunhas disseram que a vítima brincava com crianças às margens da lagoa, no complexo residencial.

Conforme o relato policial, o jovem teria ido ao complexo residencial para uma confraternização neste domingo (14). No Boletim de Ocorrência, testemunhas disseram que o jovem estava junto de duas crianças, às margens do lago, brincando.

Uma idosa que os acompanhavam de longe viu a vítima submergindo, mas não o viu retornar. “A senhora achou que seria brincadeira e ele sairia em outro lado, passado alguns minutos, não localizou e já acionou o socorro com os participantes da festa”, detalha o relato da ocorrência.

Entenda o caso

O caso chegou ao Corpo de Bombeiros por volta das 14h30, deste domingo (14), que de pronto enviou mergulhadores e várias equipes de busca para o local. O corpo da vítima foi encontrado após das 17h.

De acordo com as informações dos bombeiros, o corpo da vítima foi encontrado a cerca de 5 metros da margem do lado e a 3 metros de profundidade.

O caso foi registrado como morte a esclarecer, na delegacia de polícia, em Jaraguari.

Alerta dos especialistas

Para não afundar, os especialistas recomendam encher o pulmão de ar e respirar mais devagar, não de forma ofegante. Se uma garrafa estiver aberta e vazia, por exemplo, entrará água e ela vai afundar. Mas, se estiver cheia de ar e fechada, boiará. A mesma coisa acontece com os nossos pulmões.

Quem for socorrer uma vítima de afogamento deve retirar a pessoa pelas axilas, pois, caso a segure pelo abdômen, pode apertar o estômago, provocar vômito e até asfixia.

Além disso, é importante lembrar o número de telefone de emergência: 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, o Samu) ou 193 (Bombeiros). Se a vítima ainda estiver na água, prefira os Bombeiros e avise na ligação que se trata de um resgate.

Se o indivíduo afogado for removido da água, tire a roupa molhada dele, seque-o e aqueça-o com o que tiver à disposição. Isso serve para evitar uma hipotermia, quando a temperatura corporal baixa muito. O risco disso existe, pois na água perdemos muito calor e energia, na tentativa de manter o termômetro do organismo estável.

Outras dicas fundamentais são: vire a vítima de lado, paralela ao mar, para evitar engasgos com água ou vômito, e espere o socorro chegar ou leve a pessoa até o hospital mais próximo. Mesmo que o indivíduo esteja consciente, é imprescindível que um técnico, bombeiro, enfermeiro ou médico avalie o estado dele e verifique se entrou água no pulmão.

Dicas para não se afogar e se salvar

  1. Fique longe da água após ingerir bebida alcoólica;
  2. Respeite seus limites;
  3. Obedeça à sinalização;
  4. Mantenha a calma e não grite; apenas acene para pedir ajuda;
  5. Não nade contra a correnteza;
  6. Encha o pulmão de ar, para que ele funcione como uma boia.
Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.