23.9 C
Rio Branco
24 novembro 2021 10:58 pm

Com manifestações, emoção e muita arte, Fetac em Cena Juruá encerra nesta quarta-feira

POR ASCOM

Última atualização em 17/11/2021 13:37

Após quatro dias repletos de muito teatro, o festival Fetac em Cena Juruá, produzido pela Federação de Teatro do Acre (Fetac), encerra a programação, nesta quarta-feira (17), com três apresentações para toda a família. Os grupos “Teatro GPT” e “Macaco Prego da Macaca” levam trabalhos queridos pelo público para a cidade de Mâncio Lima. Além de muita arte, o Festival também foi marcado por atos de manifestação artísticos, capacitação e gratidão do público.

Ao todo, o Fetac em Cena Juruá levou 17 apresentações e uma oficina de teatro, de 13 a 17 de novembro, em diversos espaços públicos das cidades de Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul.  Em sua primeira edição fora da capital, o Festival marcou a volta ou o início de uma programação cultural mais forte nas cidades do interior. Aldeias indígenas e comunidades ribeirinhas, como a do Croa também foram contempladas pelo evento.

Foi no Croa que uma espectadora expressou sua gratidão pelo projeto após a apresentação da peça “Os Três Porquinhos”, do Teatro GPT. Em uma roda de conversa com os artistas, ela declarou: “A palavra é gratidão, saber que vocês estão preocupados com o nosso bem estar (…) Fiquei imaginando em quantos lugares tantas coisas acontecem né, e aqui não chega. E vocês chegaram até aqui para trazer alegria para nossas crianças, elas ficam admiradas… é gratidão mesmo”, comentou emocionada.

“Não dá para dizer o tamanho da emoção em ver aquelas crianças e mães chegando de barco para ver a peça. A gente achava que não ia ter público e no final tínhamos quase 50 pessoas e foi uma experiência mágica”, comemorou Dinho Gonçalves, um dos artistas produtores do evento.

Para o presidente da Federação, o balanço final do Festival é muito positivo. “Positivo não só pelo número de alcance de pessoas, mas pela extensão do Festival que levou acesso à cultura, da qual o Estado se omite. Nós só temos o que comemorar com o Fetac em Cena, fomos muito bem acolhidos pelas populações de Mâncio Lima e Cruzeiro do Sul, e pela gestão de cultura da Secretaria Municipal de Mâncio Lima, que foi primordial e fundamental para o nosso trabalho”, afirma Lenine Alencar, presidente da Fetac.

Entretanto, o presidente faz questão de reforçar a crítica contra a administração do Teatro de Náuas em Cruzeiro do Sul, que disse não haver nenhum horário disponível para apresentações do Festival, incluindo no dia 15/11, feriado, no qual a casa ficou fechada. Os artistas integrantes do Fetac em Cena Juruá fizeram uma manifestação em frente ao teatro no domingo (14).

“Há uma alegação de que estávamos querendo impor uma pauta, mas nunca tentamos impor pauta nenhuma, estávamos nos dirigindo à pauta que existia, que a coordenação do teatro, primeiramente, tinha cedido para a gente. E também questionando por que o teatro estava fechado no feriado. Nenhum teatro fecha em dia de feriado em qualquer canto do mundo. Isso é uma coisa que nos preocupa profundamente”, denuncia Lenine. 

Programação do último dia

Logo pela manhã desta quarta-feira, (17), às 9h, a famosa montagem “A Menina e o Palhaço”, do Teatro GPT, será apresentada na Escola Padre Edson de Oliveira Dantas. Com Dinho Gonçalves e Marília Bonfim, a peça traz a menina Clara, que brinca entre um varal de roupas e seus brinquedos de sucata.  Até que surge um palhaço em busca de uma festa para animar e Clara aproveita a oportunidade de realizar o grande sonho de ter uma festa de aniversário. 

Além da apresentação, a manhã também terá a conclusão do curso de capacitação teatral “Teatralizando, uma Perspectiva de Grupo e apresentação do espetáculo”, outro projeto da Fetac financiado pelo Edital 02/2020, de Formação da Lei Aldir Blanc, por meio da Fundação Elias Mansour. Com carga horária de 40 horas, 16 alunos ganharam uma formação de quase dez dias, com atores e diretores da Federação.

O grupo apresenta ainda a solo performance “As Confiadas”.  “Para o GPT é uma honra gigantesca poder participar de um evento da Federação que é uma entidade bem resistente, que está há 43 anos em atividade. É uma emoção bastante significativa trazer essas peças porque nós gostamos muito de ir para todos os lugares desse Acre”, comemora o artista Dinho Gonçalves.

O grupo “Macaco Prego da Macaca” vai encerrar o Festival com a peça “O Organismo”, que conta a história de Gerlandineuza. A montagem marca as cenas em linha teatral com forte expressão sonora e plástica, tendo como fio condutor a história de uma mulher esquizofrênica, que não aceita estar novamente na miséria. A peça será apresentada às 18h, no Teatro Márcia Alencar.

O Fetac em Cena Juruá é um projeto financiado pela Lei Aldir Blanc do Governo Federal, por meio da Fundação Elias Mansour, pelo Governo do Estado do Acre e pela Prefeitura de Mâncio Lima, com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Desporto e da Produtos Cristal.

Confira a programação completa desta quarta-feira (17):

MÂNCIO LIMA

Escola Padre Edson de Oliveira Dantas

9h – A Menina e o Palhaço (Teatro GPT)

Teatro Márcia Alencar

17h – As Confiadas (Teatro GPT)

18h- O Organismo (Macaco Prego da Macaca)

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!