24.3 C
Rio Branco
17 janeiro 2022 1:59 am
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Duas pessoas são resgatadas de facção criminosa que age dentro e fora do presídio

Ação foi um desdobramento da Operação "Operação Hórus", e resultou em quatro presos do Primeiro Comando da Capital (PCC) e uma morte.

POR G1

Duas pessoas foram resgatadas, na noite desta quinta-feira (25), em uma casa da facção criminosa do Primeiro Comando da Capital (PCC), que articula diversas atividades ilícitas, como o tráfico de drogas, dentro e fora dos presídios, por equipes do Batalhão de Choque, em Campo Grande (MS).

De acordo com o boletim de ocorrência, dois homens foram acusadas pelos membros da facção de serem autores do assassinato de uma mulher conhecida de um dos integrantes. Durante o resgate, um dos membros do PCC foi morto em confronto com os policiais e outros quatros foram presos e levados para a delegacia.

O resgate das vítimas aconteceu por volta das 23 horas desta quinta (25), quando os policiais receberam a informação sobre o ‘julgamento’ pela facção. Ao chegarem ao local, os militares encontraram o portão aberto e, ao entrarem na casa, viram quando uma pessoa correu para os fundos.

De acordo com a PF, a ação foi um desdobramento da Operação “Fronteira Segura”, que tem como objetivo desarticular organização criminosa vinculada ao PCC, atuante no tráfico internacional de drogas e de armas de fogo, a partir da fronteira do Brasil com o Paraguai.

Sequestro

Dois homens relataram que foram sequestradas na quarta-feira (24), sendo acusadas pelos membros da facção de terem cometido um assassinato, o que teria sido negado por eles.

Já nesta quinta (25), foram levados até uma casa onde foram espancados com soco-inglês e porretes. Eles ainda disseram que antes da chegada dos policiais, um dos homens da facção, que estava com uma arma, disse que morreriam.

Durante a operação, os policiais apreenderam porções de moedas, balança de precisão, um revólver calibre 22 e porções de maconha.

De acordo com a PF, a ação foi um desdobramento da Operação “Operação Hórus”, que tem como objetivo desarticular organização criminosa, atuante no tráfico internacional de drogas e de armas de fogo, a partir da fronteira do Brasil com o Paraguai.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.