26.3 C
Rio Branco
3 dezembro 2021 6:06 pm

Filho fala da relação com o narrador e brincadeira do neto: “Cala boca, Galvão”

"Ninguém ganha nove títulos com o sobrenome"

POR IG

Última atualização em 18/11/2021 11:26

Aos 45 anos e com vários títulos conquistados, o piloto de Stock Car Cacá Bueno falou da pressão que é ser filho de Galvão Bueno, que não é só seu pai, mas segundo suas próprias palavras “a voz do esporte brasileiro”.

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: DIVULGAÇÃO/CBA

“Eu já desci do carro de corrida e começaram a me xingar e jogar latinhas em mim. Eu mandei um dedo de volta. Me arrependo de ter feito isso, mas fiz na espontaneidade. Desde os 20 anos, eu tomo vaia. Galvão não é uma unanimidade. Ele é a voz do esporte brasileiro, mas nem todo mundo gosta. E essa pequena parcela, que não gosta dele, vai lá me xingar”, disse Cacá no canal Cara a Tapa, no YouTube.

Ele afirmou ainda que, com o tempo, conseguiu desvincular seu nome ao do pai famoso: “Demorei um pouco, mas consegui separar, consegui fazer minha carreira. Mas não tem muito jeito, sou filho dele e sempre serei. Mas não dá para ganhar nove títulos com sobrenome”.

‘Cala a boca, Galvão’, diz neto

Pai de dois filhos, Cacá também falou como é o narrador na intimidade, em especial seu lado vovô coruja: “Ele chama os netos para brincar no chão, joga bola com eles. Meu filho até grita: ‘Cala a boca, Galvão’. Outro dia ele narrou a partida de futebol no videogame para eles. Ele não pode estar sempre presente sempre, mas, quando pode, se diverte muito com eles”.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.