23.3 C
Rio Branco
1 dezembro 2021 3:41 am

Lei obriga a divulgação da lei de combate à violência sexual em unidades de saúde de Rio Branco

A lei, publicada no Diário Oficial do Acre, entra em vigor já nesta sexta-feira (19). A ideia é de enfatizar às pessoas sobre o atendimento imediato de saúde às vítimas de violência sexual.

POR RENATO MENEZES, PARA CONTILNET

Última atualização em 19/11/2021 11:03

A Câmara dos Vereadores de Rio Branco promulgou nesta sexta-feira (19) a Lei nº 2.416 que determina a obrigatoriedade da fixação de cartazes informativos acerca da violência sexual, em ato de divulgação da Lei Federal de nº 12.845/2013, conhecida como “Lei do Minuto Seguinte”.

A lei, que foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), destaca que os informativos, sejam estes em forma de banners ou cartazes, devem conter informações a respeito de como as pessoas em situação de violência sexual podem procurar ajuda gratuita e imediata no Sistema Único de Saúde (SUS).

“O informativo deve ser em escrita legível, de fácil entendimento, focado no que pode ser considerado ‘violência sexual’; deve conter os serviços disponíveis para atendimento imediato e obrigatório e mencionar ainda a gratuidade dos mesmos”, diz a publicação.

Ainda segundo a lei, os cartazes devem estar fixados em locais visíveis das unidades municipais de saúde e Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.