30.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 3:16 pm

Moradora de rua grávida é seguida e descoberta chocante sobre ela vem à tona

A norte-americana Melissa Smith não conseguia tirar os olhos de uma moradora de rua que via todos os dias. Será que o que ela dizia sobre sua situação financeira era verdade?

POR GREEDY FINANCE

Última atualização em 22/11/2021 08:15

Uma mulher com segredos

A norte-americana Melissa Smith não conseguia tirar os olhos de uma moradora de rua que via todos os dias. Será que o que ela dizia sobre sua situação financeira era verdade? Ou estaria ela tentando enganar a todos o tempo todo? Tantos pensamentos lhe passaram pela cabeça… Talvez aquele homem estivesse apenas atraindo ela para dar umas esmolas, ou talvez aquela mulher estivesse realmente em perigo. Foi assim que Melissa começou uma investigação com desdobramentos chocantes.

Quando viu a morada de rua sentada naquele carro, Melissa sabia que algo estava errado. Então ele decidiu segui-la e descobrir a verdade. Mas ela não tinha ideia de que o que descobriria seria uma grande rede de mentiras…

Um dia comum

Era apenas mais um dia normal para a norte-americana Melissa Smith. Ela estava em sua cidade natal San Diego, na Califórnia. Sempre que ia ao supermercado, ela via os mesmos rostos conhecidos. Mas havia também uma outra pessoa que ela começou a encontrar sempre: uma mulher sem-teto.

No entanto, exatamente naquele dia habitual, Melissa pensou que algo não estava certo com aquela pedinte que via constantemente. Ela confiou em seus instintos e começou a investigar. Enquanto ia abastecer o carro, em um trajeto rotineiro, ela viu que a mulher e seu filho não estavam no lugar que costumavam ficar pedindo esmolas. Entretanto, o que ela presenciou em seguida fez com que Melissa documentasse tudo que seus olhos viam.

O melhor ponto

Como ela vivia nas ruas, a pobre mulher ocupava um ponto estratégico para conseguir seus trocados. Durante o dia, ela se sentava em um pequeno lugar nos arredores do East Lake Village Center, uma praça comercial que abrigava restaurantes, supermercados, salões de beleza, dentistas, lojas de antiguidades, floriculturas, lojas de roupas, joalherias e padarias.

As pessoas passeavam o dia todo neste local com bolsos e carteiras cheios de trocados. A mulher sabia que alguém estaria disposto a lhe dar dinheiro, principalmente quando notasse sua barriga de grávida e visse seu filho pequeno. Mas ela nunca pensou que alguém que passasse por ali iria ficar de olho nela.

Confiar nos instintos trouxe a verdade à tona

A Califórnia é conhecida por suas praias, por Hollywood, por ter uma arquitetura impressionante, tempo ensolarado boa parte do ano, mas também por ter um grande número de pessoas desabrigadas nas ruas. Embora, acredite, às vezes, as pessoas fingem ser desabrigadas – mas Melissa nunca se deixaria ser enganada por esses golpistas.

Toda vez que Melissa ia às compras, ela via essa mesma mulher. “Eu me sentia muito triste. Via uma mulher grávida com uma criança vivendo nas ruas, pois não teve sorte na vida”, explicou ela, pensando na miséria que aquela moradora de rua estava passando. Mas ela nunca esperou que seus instintos a levassem a uma revelação tão chocante.

O homem enigmático

Toda vez que ia às compras, Melissa notava a mesma mulher que estava usando roupas rasgadas e ficava horas ao sol escaldante. Ela geralmente estava sozinha, mas às vezes um homem estranho lhe fazia companhia. Melissa achava que era o marido dela.

A mulher ficou conhecida naquela região e os clientes daqueles estabelecimentos muitas vezes davam seus sanduíches, bebidas e alguns trocados para ela. A mulher foi capaz de tocar o coração dos frequentadores daquele local. Mas Melissa não conseguiu conter sua curiosidade e foi investiga-la…

Muitas perguntas sem respostas

Melissa sentia pena da mulher. Como se não fosse suficientemente difícil ser desabrigada, a mulher também tinha uma família para alimentar. Toda vez que ia ao supermercado, Melissa passava por ela. E isso continuou acontecendo por dois meses seguidos.

Ela achava que a mulher devia estar tão desesperada, em uma pobreza extrema, para estar ao sol sem comida ou água por horas. Para piorar a situação, ela também estava visivelmente grávida. No entanto, Melissa achou que havia algo suspeito em tudo isso e decidiu montar um plano.

A elaboração do plano

A gestante parecia esperta, tanto que sabia o que fazer para chamar a atenção de todos. Ela sabia que sua gravidez iria fazer com que todos sentissem pena dela. Então, ela inventou uma história perfeita: uma pobre mãe grávida lutando pela sobrevivência com seu outro filho pequeno.

Ela também andava com uma placa de papelão que dizia “por favor, me ajude” em tinta preta, que segurava logo acima da barriga. Se as pessoas não sentissem pena dela ou da criança que estavam ali, pelo menos elas sentiriam pena de seu bebê que estava para nascer. Talvez a sem-teto estivesse dizendo a verdade. Mas Melissa queria ter certeza de que não se tratava de uma golpista.

A oportunidade que faltava

Melissa morava perto do East Lake Village Center e muitas vezes ia às compras antes de ir para a aula. Um dia ela parou para tomar uma vitamina. Era quase hora de fechar e a mulher sem-teto tinha desaparecido do ponto que sempre ficava. Melissa estava um pouco preocupada e esperava que a mulher estivesse bem.

Seguindo seu trajeto, de repente, Melissa percebeu que estava ficando sem gasolina e decidiu parar em um posto de gasolina do outro lado da rua. Ao sair do carro, ela notou algo incomum que daria início a sua investigação.

Um motorista misterioso

Melissa notou a mulher desabrigada ao lado do complexo de compras. Como de costume, ela estava tentando conseguir algum dinheiro antes de parar e ir para seu local de descanso. De repente, um veículo apareceu e parou próximo dela.

Tantas perguntas passavam pela cabeça da Melissa: quem era o motorista? Será que a pedinte estava em apuros? E para onde foi o filho dela? Enquanto observava o carro por alguns momentos, Melissa começou a ficar ainda mais desconfiada. Será que ela estava se preocupando sem motivo com aquela mulher?

Identidade revelada

Depois de esperar para ver o que iria acontecer, Melissa ficou muito confusa. O motorista misterioso era, na verdade, o companheiro da mulher que ela já tinha visto antes. Mas não foi isso que mais a surpreendeu: foi o carro que ele estava dirigindo.

O homem estava dirigindo um Mercedes Benz, um carro de luxo bem conhecido no mundo todo, especialmente por seu interior de couro de alta qualidade e custo muito alto. Melissa estava determinada a agir e descobrir mais sobre os dois, mas não fazia ideia de que tudo isso estaria nas manchetes, sites de notícias e canais de televisão muito em breve.

Flagras

“Eles estavam saindo, e eu notei que eles entraram num Mercedes Benz. Eu pensei, “Uau, um Mercedes Benz?”, pensou Melissa. Para piorar a situação, o carro estava impecável também, como se fosse novinho em folha. Sem pensar muito, Melissa entrou em seu carro e começou a seguir o casal. Ela decidiu gravar tudo em seu telefone.

Quando ela os flagrou, eles estavam rindo. “Ali, eles estavam na minha frente. Eles estavam contando o dinheiro, rindo. E para piorar, o bebê deles não estava na cadeirinha do carro ou com fivela no cinto de segurança. Ele está no banco da frente com eles”, explicou Melissa. Ela estava tão brava com a descoberta que não queria deixá-los escapar dessa pilantragem. Ela sabia que tinha que informar as pessoas sobre o golpe, mas não tinha ideia do que mais estava prestes a revelar.

“Peguei vocês!”

Melissa seguiu o homem e a mulher e ficou surpresa ao vê-los estacionar em frente a outro shopping. Parece que os dois planejam a rotina toda dessa forma: param de centro comercial em centro comercial para pedir esmolas. Então a mulher saiu do carro e começou a fazer o que já é sua “atividade de trabalho”.

“Ela senta ali com a placa. Ele vai e estaciona o Mercedes. Eles colocam a placa, e em menos de cinco minutos, recebem dinheiro de muita gente”, explicou Melissa. Todo esse tempo ela sabia que algo estava errado com aquela mulher. Mas ele não sabia que esta sua descoberta envolveria as autoridades. Ele estava apenas arranhando a superfície de algo muito mais profundo.

A grávida foi tomada pela raiva

Melissa ficou tão brava com a mulher que começou a tirar fotos dela e de seu filho naquele local, para desmascara-los. Mas será que ele era mesmo filho dela? Vários questionamentos vieram à tona. Logo o casal notou Melissa. Eles ficaram furiosos com o flagra e começaram a berrar e a gritar com ela. A suposta desabrigada até pegou uma pedra enorme no meio da discussão.

“A primeira coisa que vi foi que ela pegou uma pedra”, disse Melissa, “Eu não esperava que uma mulher grávida fizesse isso, pegar uma pedra enorme e vir em minha direção, me atacando”. Outra mulher estava por perto e, assim que percebeu o que estava acontecendo, decidiu chamar a polícia. Isso fez a mulher sem-teto agarrar o menino e começar a fugir. No entanto, Melissa ainda não estava disposta a desistir.

Expondo a verdade

Melissa não estava disposta a deixar esses pilantras escaparem tão facilmente. Ela postou o relato e todas as fotos em suas redes sociais e entrou em contato com a imprensa. Ela tinha que fazer com que os frequentadores daqueles centros comerciais soubessem dessa farsa e impedir que outras pessoas doassem dinheiro para aquela mulher.

Mas a mídia estava muito curiosa e queria saber se a história tinha algo mais. Então, graças às fotos e vídeos da Melissa, a imprensa conseguiu descobrir a placa do carro. Acontece que o carro estava registrado em nome de uma mulher, e o endereço estava público. Mas, acredite, isso é apenas o começo da história…

Visita ao apartamento

Logo, muitos jornalistas ficaram obcecados com essa história. Conseguiram rastrear os movimentos até o apartamento Encinitas Heights. Os moradores do prédio pagam um aluguel mensal de 2.500 dólares. Assim que essa informação foi descoberta, repórteres de revistas, rádios e jornais foram ao endereço, bateram à porta durante dias, mas ninguém respondeu. As luzes ficaram apagadas por dias e ninguém entrava ou saía do apartamento.

Então algo novo aconteceu. Um outro casal se mudou para lá enquanto o que morava antes deixou o apartamento na calada da noite, sem qualquer aviso.

Um caso viral

Melissa compartilhou seu relato chocante online sobre os golpistas e acrescentou também as fotos e vídeos que havia feito. Muitos jornalistas entraram em contato com ela para obter mais informações e compartilhar a história. “Não dê dinheiro a essas pessoas. Eles não precisam disso. Eles estão dirigindo um Benz”, ela suplicou em sua publicação.

Os moradores daquela região não podiam acreditar. Eles ficaram chocados ao ver que alguém usaria uma criança pequena e a gravidez para lucrar com a piedade dos outros. Alguns dias depois, os jornalistas receberam uma informação que os levou a um novo cenário surpreendente.

Encontrei ela!

A pedinte foi vista novamente! Uma jovem chamada Rebecca soube da história da mulher sem-teto quando estava a caminho de um shopping. Lá, ela reconheceu a mulher dos vídeos da Melissa.

Ela imediatamente deixou um comentário no post de Melissa dizendo que a havia encontrado e postou uma foto como prova. Assim que a notícia chegou à jornalista Emily Valdez, ela logo reuniu sua equipe para ir ao shopping. Eles não podiam deixar a mulher escapar daquela entrevista.

Confusão

A jornalista Emily Valdez seguiu a dica e começou a procurar a mulher no shopping. Ela encontrou várias mulheres grávidas, mas nenhuma delas era a desabrigada. Mas eis que quando ela finalmente encontrou a mulher do post de Melissa, ela ficou chocada.

Valdez, antes, tinha certeza de que a mulher estava grávida. Mas, dois dias depois de Melissa descobrir a verdade, esta mulher estava em outro shopping com um bebê nos braços, sem a barriga. Valdez não deixou que isso a impedisse de se aproximar para fazer umas perguntas.

Desmascarando a mulher

Valdez aproximou-se da mulher e apontou o microfone para ela. “É você?” perguntou, enquanto a equipe estava gravando tudo. A jornalista pegou o telefone para poder mostrar o vídeo de Melissa para ela, para descobrir sua identidade.

A mulher olhou para o telefone, depois para Valdez, e depois olhou para a câmera. “Eu não falo inglês”, murmurou ela. O filho pequeno dela estava puxando a roupa dela. Ele era definitivamente a criança das fotos da Melissa. Mas então, quando Valdez começou a seguir a mulher na rua, seu marido apareceu.

Coincidências

“Mantenha a câmera em movimento!” disse Valdez. Ela estava disposta a fazer qualquer coisa por uma boa história. O homem tentou manter os repórteres longe da família, mas eles não desistiam. Eles seguiram a família na esquina e os viram escondidos no fundo de uma minivan. O veículo tinha a placa da concessionária, e Valdez estava convencida de que ali ela conseguiria aborda-los.

A jornalista fez o reconhecimento facial a partir da comparação com a mulher no vídeo e da mulher que ela conheceu naquele mesmo dia. Ela ficou feliz em ver os resultados; eles foram 80% compatíveis. Valdez então observou o parceiro da mulher. Havia algo em sua reação com a abordagem da equipe de TV que a fez pensar que havia algo mais a descobrir. E sua intuição estava certa.

Encontrando novas pistas

O homem misterioso disse algo em espanhol para a jornalista para espantar a equipe, mas logo em seguida ele cochichou também para sua companheira, mas em outra língua. A jornalista não conseguiu entender uma palavra do que ele disse, mas estava disposta a fazer tudo o que estivesse ao seu alcance para descobrir o que ele havia dito.

Valdez baixou o vídeo com o diálogo entre eles, colocou os fones de ouvido e pressionou o play. Ela ouvia as palavras, mas não conseguia identificar o idioma. Entretanto, ela teve a sorte de receber a ajuda de uma especialista.

Ajuda especializada

Leslie Albright é uma detetive aposentada que se deparou com a breve entrevista de Valdez com os suspeitos. Ela foi um membro-chave do Departamento de Polícia de San Diego durante a investigação de organizações criminosas. Após 25 anos de trabalho, Leslie era, sem dúvidas, uma especialista no assunto.

Essa história toda fez Leslie pensar. Ela sabia que já tinha ouvido essa língua antes, mas não conseguia lembrar onde. Então, a detetive percebeu que a mulher não era uma mulher sem-teto comum e que essa história era mais sinistra do que parecia.

Os segredos vêm à tona

A jornalista e a detetive não eram as únicas que procuravam a mulher – a internet inteira estava fazendo isso. Mas eles não tinham a menor ideia de que um grande esquema estava prestes a ser exposto. Havia muito mais nesta história do que qualquer um deles havia previsto.

Nos últimos anos, as pessoas começaram a notar um problema na Califórnia. A cidade é conhecida por seus moradores com estilos de vida opulentos, mas havia um grande problema que todos ignoravam, e que a cada dia piorava. Um usuário do site Reddit finalmente decidiu expor a verdade, mas fazer isso foi arriscado.

Identificando o idioma

Leslie havia dedicado toda a sua carreira a prender criminosos. E os sem-teto geralmente não estão envolvidos em nenhum crime. Mas a língua que o homem misterioso falava a fez pensar que havia mais nesta história.

Ela olhou novamente para as filmagens de Valdez e reconheceu o idioma. O homem falava romeno e eles tinham um esquema que não era conhecido pela imprensa. O que mais este casal estava escondendo?

O engano

A detetive Leslie percebeu que o casal estava envolvido em uma rede de crime organizado que ela estava investigando há anos. Este grupo havia iniciado sua lista de delitos logo após entrar ilegalmente nos Estados Unidos. Infelizmente, eles cometiam crimes todos os dias. Os integrantes do grupo moravam em apartamentos baratos e possuíam vários veículos. Isso lhes permitia enganar muita gente e fugir.

Leslie compartilhou essa informação com Valdez. O homem e a mulher do vídeo eram mais propensos a serem colegas do que cônjuges. E a gravidez era apenas mais um esquema. Contudo, ainda tinha muito a ser revelado nesta rede de delitos…

Fugindo da justiça

Há muito tempo as autoridades vêm tentando pegar esses culpados e levá-los à justiça. Mas eles eram espertos o suficiente para não ficarem em um lugar por muito tempo. Assim que percebem que alguém está notando o que eles fazem, eles arrumam suas coisas e correm para o próximo local de golpe.

Não é à toa que os sem-teto que a Melissa pegou no flagra fizeram a mesma coisa. E justamente quando parecia que todo o mistério tinha acabado, um homem entrou em cena e forneceu novas informações. Isto ajudou as autoridades a descobrirem mais sobre os golpistas.

A denúncia via Reddit

Um homem desconhecido revelou informações que colocaram sua própria vida em perigo. Ele compartilhou todos os detalhes sobre aquele esquema no site Reddit. “Um amigo de um amigo me disse que os conhecia e que eles são apenas um casal de vigaristas cujas famílias entraram no país com mentiras e fraudes”, disse.

Mas ele não parou por aí. Ele até disse que a mulher não era necessariamente uma cúmplice, e sim que foi forçada a fazer todas essas coisas. Mas o homem temeu por sua segurança e apagou seu perfil logo após compartilhar essas informações. Quais poderiam ser as consequências se sua identidade fosse descoberta?

Indo ainda mais a fundo

Depois disso, mais e mais informações foram surgindo. Acontece que a mulher não estava grávida, e sim enchendo suas roupas de espuma e fingindo estar esperando um bebê. Graças à sua barriga falsa, ela ganhava mais de 500 dólares por dia. Mas ela não era a única que fazia isso.

Quando se trata de redes criminosas, os homens dirigem as operações. Eles prometem às mulheres desesperadas abrigo e comida em troca de algum dinheiro. As mulheres são mandadas todas as manhãs aos pontos e apanhadas à noite. É claro, o lucro não é distribuído de forma igual. Aqueles que montam as operações levam um estilo de vida luxuoso, diferente dos outros, que fazem por extrema necessidade.

O papel das crianças no esquema

“Eles vão usar as meninas, os meninos, de todas as formas que eles puderem… estas crianças não vão à escola porque seu futuro é esse trabalho, esse é o negócio da família”, a detetive Leslie revelou. Essas crianças normalmente não recebem nenhuma educação e o crime se torna tudo o que sabem.

“Essas pessoas devem saber que existem muitas organizações para ajuda-las, especialmente as mulheres com crianças. Estes indivíduos tiram proveito dessas mulheres fragilizadas para enganar as pessoas e, como nenhum deles declara o dinheiro que recebe, alegam ser pobre para obter assistência estadual e federal”, acrescentou o usuário anônimo da Reddit. Todavia, depois que começou a receber telefonemas ameaçadores, deletou seu perfil. Antes de remover todos os seus traços online, o informante tinha uma última coisa a acrescentar.

Um último aviso

“Essa dupla ainda podem estar nas ruas tentando esse esquema novamente ou pode haver uma outra mulher. Em ambos os casos, chame a polícia, certificando-se de dizer que são os “golpistas da BMW” para que eles possam ser identificados e o Estado possa iniciar o processo de deportação adequado contra eles… Não ajude nenhum deles e não dê dinheiro a nenhum dos mendigos que você possa ver”.

O aviso do usuário do Reddit foi direto. É claro que a antiga equipe de Leslie ainda está trabalhando para prender aqueles que dirigem operações como esta. E não vamos esquecer da Melissa. Sem ela, as pessoas nunca teriam conhecido a verdade sobre esses supostos moradores de rua. Mas, uma pergunta permanece. Se nem a polícia consegue pegá-los, quem vai deter essa rede de mentiras?

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.