27.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 5:28 pm
spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Polícia prende duas pessoas suspeitas de envolvimento na morte de casal encontrado esquartejado e queimado em MS

Além dos dois mandados de prisão, uma operação da DEH, Garras e Derf, cumpre outros seis de busca e apreensão nesta manhã no jardim Panorama.

POR G1

A polícia prendeu nesta quarta-feira (24) duas pessoas suspeitas de envolvimento na morte do casal encontrado esquartejado e queimado as margens de uma rodovia em agosto deste ano em Campo Grande.

O delegado Carlos Delano, titular da delegacia de Repressão aos Crimes de Homicídios (DEH), explica que outras duas unidades participam da ação conjunta que cumpriu os dois mandados de prisão temporária, as delegacias de Repressão a Roubos a Banco (Garras) e de Roubos e Furtos (Derf).

Delano comentou ainda que também foram cumpridos outros seis de busca e apreensão nesta manhã no jardim Panorama.

Durante a operação, um homem tentou pegar a arma de policiais. Ele foi detido pelos policiais e vai responder um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO).

Os corpos

Priscila Gonçalves Alves e do marido, Pedro Vilha Torres, de 45 anos, foram encontrados mortos no dia 16 de agosto, às margens da BR-262, na saída para Três Lagoas. O casal foi esquartejado e queimado. Na época do crime só foi possível a identificação de Priscila, pois as digitais dela estavam preservadas.

Nesta quarta, oito testemunhas estão sendo ouvidas na delegacia. Ainda não há informações se são parentes, ou amigos das vítimas.

Os artigos são de responsabilidade exclusiva dos autores. É permitida sua reprodução, total ou parcial desde que seja citada a fonte.