25.3 C
Rio Branco
24 novembro 2021 11:42 pm

Senado debate a implantação de redes móveis de 5ª geração

Pessoas interessadas podem participar dos debates pelo telefone (0800 061 2211) ou pelo Portal e‑Cidadania

POR TIÃO MAIA, PARA CONTILNET

Última atualização em 18/11/2021 11:16

É debatida, nesta quinta-feira (18), na Comissão de Ciência e Tecnologia (CCT) do Senado a implementação das redes móveis de quinta geração (5G) no país. O presidente da CCT é o senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL) e os senadores deverão avaliar os benefícios para os usuários, os desafios e oportunidades da indústria, além de questões relativas à segurança cibernética das redes.

Participarão da audiência pública semipresencial superintendente de desenvolvimento industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Renato da Fonseca; Arthur Pereira Sabbat, diretor do Conselho da Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD); Marcela Carvalho, assessora especial da Presidência da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI); e um representante do Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI/PR), que ainda não foi escolhido.

No requerimento que apresentou para realização do debate, o senador Jean Paul Prates (PT-RN) afirmou que é necessário que o Senado tome ciência dos preparativos para a implantação do 5G, “em termos de preços, qualidade de serviço e diversidade de aplicações para os consumidores, além das possibilidades de potencial aumento da produtividade econômica, mas também a inserção do país nas futuras evoluções das tecnologias de redes móveis”.

O senador Vanderlan Cardoso (PSD-GO), que também é autor de requerimento para debater o tema, argumenta que a implementação do 5G poderá ter forte impacto na economia nacional. “Com a chegada da tecnologia 5G no Brasil a partir de 2022, esse processo será dinamizado e trará grandes oportunidades para a sociedade brasileira”, disse.
Em outro debate sobre o assunto, em 28 de outubro, os senadores presentes se mostraram preocupados com o alcance da nova rede 5G, de forma que brasileiros de áreas remotas ou com baixo poder aquisitivo não sejam excluídos dos benefícios dessa nova tecnologia.

Como participar dos debates

O evento será interativo: os cidadãos podem enviar perguntas e comentários pelo telefone da Ouvidoria do Senado (0800 061 2211) ou pelo Portal e‑Cidadania, que podem ser lidos e respondidos pelos senadores e debatedores ao vivo. O Senado oferece uma declaração de participação, que pode ser usada como hora de atividade complementar em curso universitário, por exemplo. O Portal e‑Cidadania também recebe a opinião dos cidadãos sobre os projetos em tramitação no Senado, além de sugestões para novas leis.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.