24.3 C
Rio Branco
25 novembro 2021 2:23 am

‘Tentei levar na esportiva’: Jovem usa rede social para mostrar insatisfação com corte de cabelo e vídeo viraliza

Jovem viajou 141 km e escolheu um salão de Campo Grande (MS) para fazer o procedimento e vender o cabelo. No entanto, ao chegar em casa, ela diz que ficou em "estado de choque" com o resultado.

POR G1

Última atualização em 08/11/2021 15:25

Uma confeiteira, de 24 anos, usou as redes sociais para mostrar o quanto ficou insatisfeita com um corte de cabelo, feito há 3 dias. Ao g1 ela conta que mora em Aquidauana, na região leste do estado, porém, após pesquisas na internet, escolheu um salão de Campo Grande para vender o cabelo e teria ficado em “estado de choque” com o resultado. Nas redes sociais, a jovem postou um vídeo de “expectativa X realidade”, com alcance de quase 93 mil visualizações até o momento e milhares de comentários.

Para ver o vídeo CLIQUE AQUI.

“Eu pesquisei bastante, vi avaliações e comentários, até que decidi fazer um bate e volta pra ir lá e vender o cabelo. Ficou combinado R$ 200. Meu cabelo estava abaixo da cintura, com 62 centímetros e o corte que eu escolhi não iria afetar tanto. Acontece que judiaram mesmo e na hora eu só peguei o dinheiro e fui embora. Quando cheguei em casa é que me olhei no espelho mesmo e fiquei em estado de choque”, afirmou a confeiteira.

Logo depois, mesmo muito chateada, ela disse que ainda “tentou levar na esportiva” e postou um vídeo na rede social.

“Eu jamais imaginava essa repercussão. Postei aquela coisa de expectativa versus realidade, tentei levar na esportiva mesmo. Mas, as pessoas são muito maldosas. Existem comentários bacanas, mas, muitos criticando também e vendo tudo aquilo me deixou pior do que eu já estava”, falou.

Além de entrar em contato com um advogado, a confeiteira também fala que tentou falar com o profissional no mesmo dia. “Eu tentei notificar ele, mandei mensagem e não fui correspondida. Também liguei e ele não atendeu. No outro dia, ele retornou e me disse que nem estava com o cabelo mais. Agora eu estou um tempo isolada, porque as brincadeiras de mau gosto me afetaram demais”, disse.

‘Sem técnica’, diz especialista em corte

A cabeleireira e empresária Zil Brum, de 45 anos, conta que atua no ramo há mais de 20 anos e é especialista em cortes. “Eu analisei o tipo de cabelo e a foto de como ela queria. Por conta da progressivas e o formato do cabelo dela, não ficaria daquela forma. O tipo de cabelo dela não daria aquele resultado de long bob, já que o cabelo dela era crespo. Para dar aquele resultado, mesmo fazendo processo químico, não teria aquele resultado a não ser modelado”, avaliou.

Antes mesmo do início do procedimento, de acordo com Brum, o profissional já deveria ter orientado a jovem de que ela não teria aquele resultado. “A pessoa simplesmente passou a tesoura sem técnica alguma. Agora, infelizmente, não há o que fazer. Ela precisa agora deixar o cabelo crescer e ir deixando ele natural”, finalizou.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.
Facebook Notice for EU! You need to login to view and post FB Comments!