25.3 C
Rio Branco
11 janeiro 2022 12:37 am

Vereadora Michelle clama a Câmara e ao prefeito Tião Bocalom que tenham compromisso com os eleitores e cidadãos de Rio Branco

POR ASCOM

Última atualização em 30/11/2021 16:26

“Nós alertamos que o repasse não resolveria esses problemas dos ônibus. É preciso repensar a conduta dessa Casa em relação ao que queremos fazer em meio a administração desastrosa do prefeito Tião Bocalom”

Na sessão da Câmara de Vereadores de Rio Branco desta terça-feira, 30, a vereadora e vice-presidente do parlamento municipal, Michelle Melo (PDT), clamou por compromisso aos eleitores da parte dos vereadores e do prefeito Tião Bocalom.

“Venho fazer um apelo ao prefeito Tião Bocalom, para conversar com esta Casa, se reúna com os 17 vereadores, que no início da gestão o senhor afirmou que poderíamos cobrá-lo e fiscalizar no que fosse necessário”, pede a vereadora.

A parlamentar relembra do repasse que foi aprovado pela Casa e supostamente ajudaria a amenizar a calamidade do transporte público. “Nós vimos ônibus parados por falta de combustível, “pane seca”, sem portas e extremamente sucateados. Temos caos no transporte coletivo, que alertamos aqui quando votamos não ao repasse que aconteceria. Da mesma forma está acontecendo com a saúde municipal, sem reagentes para fazer exames simples e de rotina”, afirma Melo.

Durante a sessão, a vereadora reafirma que a Câmara Municipal de Rio Branco conseguiu instaurar a primeira CPI do Transporte Público, porém não está tomando a sequência que deveria.

“Peço que hoje os senhores possam nos ajudar em relação ao transporte público e que façamos o que o prefeito Bocalom não está fazendo, cuidar do nosso povo. Que hoje nós consigamos fazer aquilo que nós colocamos como missão das nossas vidas, que é deixar nossas casas e famílias e vir lutar pelo povo de Rio Branco. Conto com vocês na CPI de hoje”, conclui Michelle Melo.

 

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
É permitida sua reprodução total ou parcial desde que seja citada a fonte. Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.