25.3 C
Rio Branco
15 maio 2022 8:57 pm

Concurso IBGE 2022: contratados iniciarão em agosto

Com sanção do Orçamento, concurso IBGE para o Censo 2022 se mantém, com início das atividades a partir de agosto, conforme novo cronograma

POR FOLHA DIRIGIDA

Última atualização em 26/01/2022 11:37

O presidente Jair Bolsonaro sancionou na última segunda-feira, 24, o Orçamento de 2022. No texto, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística confirmou a sanção, na íntegra, da verba para a realização do Censo Demográfico 2022 (R$2.292.957.087).

Diante disso, o concurso IBGE, com mais de 206 mil vagas temporárias, está mantido. No entanto, o início das atividades dos aprovados foi adiada. Segundo o IBGE, a coleta terá início no dia 1º de agosto.

“Antes prevista para 1º de junho, a data da coleta precisou ser ajustada em decorrência da troca, em novembro de 2021, da banca responsável pela organização do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação de 183.021 recenseadores e 23.870 agentes censitários”, disse em nota o IBGE.

As inscrições para o atual concurso, com organização da  Fundação Getúlio Vargas (FGV) , se encerraram na última sexta-feira, 21, com mais de 1,1 milhão de inscritos. Para confirmar a participação, os candidatos devem pagar a taxa de inscrição até 16 de fevereiro.

Os recenseadores contratados visitarão, entre agosto e outubro, os mais de 70 milhões de domicílios em todos os municípios do país. Eles trabalharão uniformizados, com boné e colete azuis com a logomarca do IBGE.

“Para garantir a segurança dos recenseadores e dos moradores, as equipes do IBGE seguirão protocolos sanitários de segurança contra a Covid-19, como uso de máscara, higienização das mãos e equipamentos com álcool em gel e distanciamento social”, diz o Instituto.

Além da entrevista presencial no domicílio, a população poderá participar do Censo via internet ou telefone. Quem optar por responder pela internet contará com suporte da Central de Apoio à Coleta em caso de dúvida ou dificuldade de acesso ao questionário.

Concurso IBGE oferece 206 mil vagas

Ao todo, o concurso IBGE oferece 206.891 vagas temporárias em todo o país, sendo elas para os seguintes cargos:

  • nível fundamental: recenseador (183.021 vagas);
  • nível médio: agente censitário supervisor (18.420 vagas) e agente censitário municipal (5.450 vagas).

As oportunidades oferecem ganhos mensais de R$1.700 para o agente supervisor e R$2.100 para o agente municipal. Com o auxílio-alimentação de R$458, os valores sobem para R$2.158 e R$2.558, respectivamente.

Esses contratados também terão direito ao auxílio-transporte e ao auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

No caso do recenseador, a remuneração será por produção, calculada por setor censitário, por unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados.  Confira aqui o simulador!

A jornada de trabalho recomendável para o recenseador é de, no mínimo, 25 horas, além da participação integral e obrigatória no treinamento. Já os agentes irão atuar 40 horas semanais, oito horas por dia.

O contrato dos agentes terá duração de cinco meses, enquanto o recenseador irá trabalhar, inicialmente, por três meses.

Em ambos os casos, os contratos poderão ser prorrogados com base nas necessidades do IBGE.

Concurso IBGE 2022 terá provas em abril

O concurso contará com provas objetivas, que serão realizadas no dia 10 de abril, sendo na parte da manhã para os recenseadores e à tarde para os agentes.

Inicialmente, os exames seriam no dia 27 de março, mas com a prorrogação das inscrições, o prazo foi alterado. A provas será estruturada da seguinte forma:

Agentes – 60 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Raciocínio Lógico Quantitativo (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Noções de Administração/Situações Gerenciais (15); e
  • Conhecimentos técnicos (20).

Recenseador – 50 questões

  • Língua Portuguesa (dez);
  • Ética no Serviço Público (cinco);
  • Matemática (dez); e
  • Conhecimentos técnicos (25).

“O conteúdo a ser cobrado na prova está detalhado no edital. Disponibilizamos também uma apostila de conhecimentos técnicos, preparada pelo IBGE, para que o candidato obtenha os conhecimentos necessários para responder as questões sobre a operação censitária. A apostila e o Código de Ética do IBGE estão disponíveis no site da FGV”, afirma o coordenador de RH do IBGE, Bruno Malheiros.

As provas objetivas serão realizadas, simultaneamente, em todos os municípios em que houver vagas. Os exames ocorrerão nos 26 estados, além do Distrito Federal.

No caso do recenseador, será considerado aprovado o candidato que, cumulativamente, obtiver no mínimo 15 pontos na prova objetiva e, pelo menos, um acerto em cada disciplina.

Já os candidatos ao cargo de agente precisarão obter, pelo menos, 18 pontos na prova objetiva e, no mínimo, um acerto em cada uma das disciplinas.

Após essa etapa, os recenseadores realizarão um treinamento presencial e à distância, de caráter eliminatório e classificatório, com duração de cinco dias e carga horária de oito horas diárias.

Os candidatos que tiverem, no mínimo, 80% de frequência no treinamento receberão uma ajuda de custo para transporte e alimentação. As contratações ocorrerão logo em seguida.

Os agentes serão convocados a partir de 31 de maio, enquanto os recenseadores serão chamados para o treinamento e início das atividades em junho de 2022.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.869 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.