27.3 C
Rio Branco
15 maio 2022 6:22 pm

Em resposta a ação judicial, Ernesto Araújo diz que ministro Fábio Faria tem ‘sanha de perseguir conservadores’

POR O GLOBO

Última atualização em 20/01/2022 19:02

O ex-ministro Ernesto Araújo, que ocupou a pasta das Relações Exteriores do governo de Jair Bolsonaro, voltou a criticar, nesta quinta-feira, o ministro das Comunicações, Fábio Faria. Para Araújo, Faria tem “sanha em perseguir conservadores” e “intuito deliberado de utilizar indevidamente o Poder Judiciário como mordaça ao debate”. A declaração foi dada em publicação no Twitter, três dias depois de o ex-chanceler afirmar que Faria “entregou o 5G para a China”.

Atritos:  Possível candidatura de Damares atrapalha aliados do presidente em SP. ‘Bolsonaro quer vassalos’, diz Janaína

O posicionamento de Ernesto Araújo foi uma resposta a um processo movido pelos advogados do ministro das Comunicações, como informou nesta quinta o colunista do GLOBO Lauro Jardim. Depois da declaração de Araújo, que insinua que o ministro das Comunicações teria favorecido a China no leilão do 5G, Faria deu entrada na 7ª Vara Criminal Federal de Brasília com uma queixa-crime por injúria, calúnia e difamação.

“Fábio Faria, seu processo contra mim só confirma sua sanha em perseguir conservadores. Não consegue formular resposta decente aos ataques diários da esquerda/oposição ao governo, mas é veloz em processar a mim, um conservador fiel ao projeto original do Presidente JB, quando eu critiquei a você e disse a verdade. Sua ação revela o intuito deliberado de utilizar indevidamente o Poder Judiciário como mordaça ao debate, tão necessário na democracia.”, escreveu o ex-ministro.

Leia mais em O Globo.

É PERMITIDA SUA REPRODUÇÃO PARCIAL COM O SITE CONTILNETNOTICIAS.COM.BR SENDO LINKADO E CITADO.

spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

Receba nossas notícias em seu email

Digite seu endereço de e-mail para assinar este blog e receber notificações de novas publicações por e-mail.

Junte-se a 5.869 outros assinantes

Opiniões emitidas em artigos e comentários são de responsabilidade exclusiva dos autores.